Pages

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Sebastião Madeira diz que PSDB não terá candidato ao governo e declara apoio a Luis Fernando


 
Tucano da alta plumagem, o prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira disse, na noite desta terça-feira (30), durante entrevista ao jornalista Djalma Rodrigues, no programa Notícias da Capital, na Rádio Capital AM, que o PSDB não terá candidato ao governo em 2014 e destacou que vai apoiar o candidato do PMDB, o atual secretário de Infraestrutura, Luis Fernando Silva para governador.

-Não passa de balela essa história de candidatura própria no PSDB. Nós não teremos candidato. Mesmo se o partido decidir pela candidatura do Flávio Dino, estarei apoiando o Luis Fernando. Já comuniquei essa decisão ao presidente do partido, o deputado federal Carlos Brandão, ao deputado Pinto Itamaraty, ao Castelo, à Gardeninha, ao Neto Evangelista e a toda cúpula da sigla-, disse Madeira.

Sobre sua decisão, ela disse que embora sendo do PSDB desde o início de sua carreira política, sempre apoiou o Jackson Lago, afirmando ter ficado magoado com o Flávio Dino, quando da última eleição para o governo, em que Jackson estava no páreo, quando o candidato do PC do B espalhou pelo Maranhão inteiro que Jackson era ficha suja e que não podia ser votado.
Madeira disse também que sofre uma dura oposição do grupo do Flávio Dino em Imperatriz, não havendo, portando condições de apoiá-lo.

“Só se eu fosse masoquista para apoiar o Flávio Dino. A governadora Roseana Sarney tem me dado total apoio, enquanto a oposição me apunhala. Não posso deixar de esclarecer que vejo no Flávio Dino um homem de alta qualificação, um homem extremamente preparado, mas ele age como se fosse meu adversário. Além do mais, não posso transformar meu mandato numa fortaleza ideológica, porque preciso trabalhar pelo povo e isso o governo vem me propiciando”, assinalou o prefeito de Imperatriz.

Sebastião Madeira lembra o mandato de Jomar Fernandes (PT), em Imperatriz. “Ele tentou fazer uma administração ideológica e acabou praticamente desaparecendo do cenário político. Não posso copiar esse erro”, acrescentou.

DEBATE DE NÍVEL

 Na concepção do prefeito imperatrizense, a campanha para o governo do Estado em 2014 vai acontecer num clima de alto nível, reconhecendo que tanto Flávio Dino como Luis Fernando são dois jovens de muito preparo e que deverão ir para uma disputa sem baixarias.

Blog do Luis Cardoso

Para Flávio Dino, Luis Fernando foi exemplo de gestão em São José de Ribamar


O internauta Eduardo Santos postou, no final da noite dessa quarta-feira (30), em sua página na rede social Facebook, matéria do extinto Jornal Diário da Manhã. Na foto, o secretário e pré-candidato do governo, Luis Fenando Silva, aparece abraçado pelo candidato da oposição, Flávio Dino, e o padrinho e financiador político do comunista, o ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho.

Na matéria publicada em 19 de agosto de 2009, os dois oposicionistas elogiam o modelo de gestão implantado pelo então prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando. Naquele ano, Flávio Dino era deputado federal, eleito com votação maciça do município de Caxias, sem nunca ter prestado qualquer serviço naquela cidade, mas bancado pelo então prefeito Humberto Coutinho.

Agora, principal adversário de Flávio Dino nas eleições de 2014 ao governo do Estado, Luis Fernando deixou de ser exemplo de modelo de gestão e passou a representar a continuidade de um modelo de gestão arcaica e maléfica. Como se percebe, o discurso do chefão do comunismo não passa de retorica e oportunismo; não passa de discurso de gogó.

Desde quando foi noticiado que o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, abdicara de sua candidatura para abraçar a candidatura de Luis Fernando Silva, que a imprensa aliada do comunista iniciou uma serie de matérias desqualificando o nome de Luis Fernando. A palavra de ordem que domina as publicações elaboradas pela oposição é “continuísmo”.

Flávio Dino precisará de desculpas bem elaboradas para desfazer o que ele mesmo já reconheceu sobre Luis Fernando.

Confira a matéria em que Dino aparece abraçando Luis Fernando:
Matéria publicada no jornal Diário da Manhã no dia 19 de agosto de 2009. Foto: Reprodução
Matéria publicada no jornal Diário da Manhã no dia 19 de agosto de 2009. Foto: Reprodução

 Do Blog do Marcelo Vieira – com edição

SES discute implantação de banco de sangue do cordão umbilical no Maranhão


Representantes da Fundação Ary Frauzino para Pesquisa e Controle do Câncer, de São Paulo, estiveram reunidos nesta terça-feira (30), na Secretaria de Estado de Saúde (SES), com o subsecretário José Márcio Leite e técnicos da rede estadual de saúde para tratar do projeto de construção do Banco de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário (BSCUP) no Maranhão. O projeto é financiado pelo BNDES – Fundo Social (recursos não-reembolsáveis) e prevê a construção até 2015 dos bancos de sangue em Manaus, São Luis, Campo Grande e Salvador. 

Os gestores do projeto, Thiago Kaufmann e Marson Rebuzzi, mostraram aos técnicos da SES que a intenção é expandir o estoque de material genético (células-tronco hematopoéticas) visando aumentar as possibilidades de realização de transplante de medula óssea para aqueles pacientes que não dispõem de um doador aparentado.

“As células precursoras dos glóbulos sanguíneos dão origem a diversas células do sangue que são utilizadas no transplante de medula óssea em pacientes para os quais este uso é indicado. Com a expansão da Rede BrasilCord, as possibilidades de encontrar doadores são significativamente maiores”, explicou Thiago Kaufmann.

Presentes ao encontro, os diretores da Supervisão de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão (Hemomar), Dario Nicolau e Luciana Tomich; o secretário adjunto de Vigilância em Saúde, Alberto Carneiro; e a diretora clínica da Maternidade Marly Sarney, Socorro Braide. 

Thiago Kaufmann explicou que a coleta das células é de fácil obtenção e armazenamento; a disponibilidade é imediata, há menor restrição quanto á compatibilidade, baixa contaminação por agentes infecciosos e a captação é feita em populações selecionadas. “As mães são informadas da importância da doação e assinam um termo de doação das células do cordão umbilical”.

A Rede BrasilCord já conta com 12 bancos de sangue de cordão umbilical implantados no Pará, Ceará, Pernambuco, Goiás, quatro em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

“A concepção e coordenação técnica são do Ministério da Saúde e do INCA, com financiamento do BNDES e gestão do projeto da Fundação do Câncer. As unidades de implantação e operação dos Bancos são dos Hemocentros e Universidades e a parceria envolve as secretarias estaduais de Saúde, Meio Ambiente e Vigilância Sanitária Estadual”, explicou Marson Rebuzzi.

Fonte: Governo do Estado

JOCIMAR AMPLIA A ATUAÇÃO DO NASF ATÉ A ZONA RURAL DE COROATÁ


O Programa Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), através das suas Equipes Saúde da Família (ESF), visitaram recentemente, os Povoados Vila Sete de Setembro e São Benedito. As Equipes Saúde da Família (ESF) são compostas por diversos profissionais das mais diferentes áreas de atuação para em conjunto traçarem uma potente estratégia a fim de ampliar a abrangência e a diversidade das ações das ESF, bem como a sua resolubilidade, uma vez que promove a criação de espaços para a produção de novos saberes e a ampliação da clínica. 
 

 O NASF tem como 'modus operandi' o apoio matricial para atuarem em parceria com os profissionais das ESF no qual o NASF está cadastrado. Desta maneira, o NASF não se constitui porta de entrada do sistema para usuários, mas apoio às equipes de saúde da famílias. Tem como eixos a responsabilização, a gestão compartilhada e apoio à coordenação do cuidado, que se pretende, pela saúde da família. 

PREOCUPAÇÃO DO SECRETÁRIO JOCIMAR

 

Através da Secretario Municipal de Saúde (SEMUS), o Secretário Jocimar Pereira Gomes teve o esmero , o zelo, o cuidado e a preocupação de ampliar as ações do Programa Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), integrando a mesma equipe profissionais de diferentes áreas de conhecimento que atuam em conjunto com os profissionais das equipes de Saúde da Família (SF), compartilhando e apoiando as práticas em saúde.

"O NASF não se constitui porta de entrada do sistema para os usuários, mas sim de apoio às equipes de SF", declarou Jocimar. 

A atuação do NASF baseia-se em diversa diretrizes relativas à Atenção Primária à Saúde, tais como: ação interdisciplinar e intersetorial; educação permanente em saúde dos profissionais e da população; desenvolvimento da noção de território; integralidade, participação social, educação popular, promoção da saúde e humanização.

Para isso, o Secretário Jocimar formou as EFS e contou com a ajuda dos Profissionais da Educação, Técnicos em Enfermagem, Enfermeiros, Médicos Clínicos Gerais. Além de contar com a participação de outros profissionais, para cuidar da saúde das pessoas idosas, tais como; as temidas doenças pré-existentes (hipertensão, diabetes, cardíacas, renais, neurológicas e etc.). Bem como, também as pessoas portadoras de mobilidade física, deficiências visual e mental e de prováveis portadores de Doenças Sexuais Transmissíveis (DSTs). 

Governo entrega Títulos de Terra a trabalhadores rurais de Barreirinhas

A agricultora Bernarda Meneses Corte, 64 anos, e 10 filhos, chegou cedo ao largo do povoado São José dos Viúvos, zona rural de Barreirinhas, para participar do ato de entrega de Títulos de Terra. A produtora integra uma das 140 famílias de trabalhadores rurais contempladas com o Título de Domínio Comunitário, concedido pelo Governo do Maranhão à Associação Comunitária Agropecuária de São José dos Viúvos (2.134 hectares)e à Associação dos Moradores do Povoado Jacu II (1.894 hectares), no município de Barreirinhas.
“Era o que eu mais desejava: ter a segurança de que ninguém mais vai chegar aqui dizendo que a terra não é nossa. Agora vou deixar para os meus filhos continuarem plantando nosso feijão”, disse dona Bernarda Menezes, muito sorridente, em meio a dezenas de outros que, após 22 anos de espera, também concretizavam o mesmo sonho.
O ato em Barreirinhas dá continuidade ao projeto do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Agricultora Familiar (Sedes), de promover ampla regularização fundiária no Maranhão e reduzir a pobreza no campo. Além dos 2 Títulos de Domínio Comunitário, foram concedidas também 45 Declarações de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura familiar (DAPs ao Pronaf) a famílias de agricultores dos Assentamentos de Santa Rosa (24) e Jabuti (21), também em Barreirinhas.
Participaram da  solenidade de entrega dos documentos o titular da Sedes, secretário Fernando Fialho; o presidente do Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma), Luiz Alfredo Fonseca; a deputada Graça Paz, o presidente do Sindicato de Trabalhadores Rurais de Barreirinhas, Francisco Farias, além de representantes da classe política local.
Em ato simbólico, os presidentes das associações comunitárias de São José dos Viúvos e do Povoado Jacu II, respectivamente, José de Ribamar Silva e Alberto Oliveira, receberam o Título em nome de todos os associados. “Estamos muito felizes, o sonho foi concretizado, e agora vamos lutar por outros benefícios para a nossa comunidade”, declarou Alberto Oliveira.
O secretário Fernando Fialho afirmou ser este um dos maiores e mais efetivos programas de regularização e distribuição de terra desenvolvido no país. “A concessão desses títulos de terra e das DAPs é o início para a conquista de novos benefícios a essas famílias, como o acesso ao crédito, a progamas habitacionais rurais, ao compra local e a aquisição de alimentos, por exemplo, que são projetos desenvolvidos dentro da nova política de incentivo à agricultura familiar”, frisou Fialho.
O presidente do Iterma, Luiz Alfredo Fonseca, explicou que o Título de Domínio Comunitário é o documento outorgado a uma associação comunitária que representa um determinado número de trabalhadores rurais, como é o caso das duas instituições beneficiadas em Barreirinhas. Ou seja, cada título comunitário concedido beneficia uma quantidade expressiva de famílias integrantes das associações agraciadas.
Ele enfatizou ainda que depois os Títulos de Domínio (tanto individual como comunitário) são quitados, levados a registro no cartório competente e liberadas suas cláusulas resolutivas, os trabalhadores outorgados passam a ser proprietários definitivos de suas respectivas parcelas/áreas, podendo fazer uso delas principalmente para acesso a créditos disponibilizados por instituições financeiras voltadas para o incremento da produção agrícola, como o Pronaf.
No Maranhão, de 2005 até julho deste ano, foram entregues 150 Títulos de Domínio Comunitário, perfazendo um total de aproximadamente 759.518,00 hectares.
Fonte: Governo do Estado

De como Flávio Dino manipulou a formação da lista sêxtupla na OAB…


Sérgio Muniz: antipatia de Dino o tirou da lista da OAB
É uma falácia mentirosa a declaração do presidente da OAB-MA, Mário Macieira, de que o processo de escolha da lista sêxtupla dos advogados que poderão disputar a vaga de desembargador no Tribunal de Justiça ocorreu “sem imposição ou autoritarismo”.
Só o que houve no processo foi imposição e autoritarismo, em nome, principalmente, do chefão do comunismo no Maranhão, Flávio Dino, aliado, ex-sócio, e tutor de Macieira na OAB.
Uma conversa via MSN entre o advogado Sérgio Muniz, vetado na lista por Macieira, e o também advogado Antonio Leitão Nunes, eminência parda na gestão da OAB, escancara o interesse de Flávio Dino por trás da votação.
Muniz entra em contato com Nunes para saber informações do Quinto Constitucional. E parece incomodado com algum tipo de informação, confirmada sem reservas por Nunes.
- Já sei o que queres saber. Falei que de fato tu tinhas o problema da briga com Flávio Dino -disse Nunes.
- E o que isso tem a ver com o Quinto? Flávio é candidato a desembargador? - retrucou Muniz.
- Mas é a governador - completou Nunes.
A partir daí, diante de várias ponderações do colega Sérgio Muniz, o aliado de Dino revela o temor do grupo dinista com uma possível escolha do colega para desembargador. O principal deles é o medo de Muniz ser eleito corregedor do TRE já nas próximas eleições.
Por isso o veto de Mário Macieira ao seu nome.
Nem adianta as argumentações do colega, de que, se eleito desembargador, talvez só daqui 12 anos pudesse chegar ao TRE. Nunes não se convence e reafirma o temor que ele chegue ao tribunal atropelando uma provável composição entre os desembargadores Froz Sobrinho e Guerreiro Júnior.
É quando cai a ficha de Sérgio Muniz: “agora que entendi por que tu e Mário viraram as costas para mim. Vocês achavam que eu voltaria de imediato pro TRE, razão pela qual estão me fritando”.
O aliado de Macieira segue confirmando a fritura e completa, deixando claro a influência política na definição da lista tríplice: “A m… é que tu és muito ligado a esse grupo político. Teu pai é chefe da Casa Civil e sei que tu nunca vai ser contrário”.
Leia Também:
Após relatar temores de que seja perseguido, após as eleições de 2014, caso Flávio Dino perca a eleição de governador, Antonio Leitão Nunes acaba fazendo um desabafo.
- Essa p… de política que acaba interferindo em tudo neste estado, e até mesmo em nossas vidas e amizades - diz ele, acusando de suposta perseguição o grupo adversário de Dino e abrindo o jogo quanto à relação entre ele e o colega.
- Sei também que depois de hoje não terei mais a tua amizade, tens todo o direito. Mas também minha situação não é fácil. E como seria bom que todos nós estivéssemos do mesmo lado.
Este blog já revelou em vários posts que o interesse de poder de Flávio Dino é formar uma oligarquia com tentáculos em todos os setores de poder do Maranhão, para se perpetuar por 30, 40 anos no comando.
A mesma oligarquia que ele acusa o senador Sarney de comandar.
Nos posts obre o tema, o blog mostra que, pode até ser que hoje, Sarney tenha o controle de vários setores, mas ele não entrou na política planejando esta intenção, como Dino planeja.
O poder de Sarney é resultado direto do exercício da política.
Dino não. Dino já entra com a intenção de formar uma oligarquia, com controle absoluto de poderes, instituições e pessoas, o que é perigoso para o Maranhão.
E esta escolha da OAB é uma prova de suas intenções…

Fonte: Marco Deça

terça-feira, 30 de julho de 2013

POR QUE O MUNICÍPIO DE COROATÁ TEM BAIXO ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO???


Em recente levantamento sobre o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal 2013 divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o município de Coroatá apresenta um 'baixo desenvolvimento humano', o IDHM. Cuja aferição é de 0,576. Onde obteve a seguinte medição: Longevidade-saúde - 0,737; Renda-emprego - 0,545 e Educação - 0,475. 

O IDHM vai de 0 a 1. Quanto mais próximo de '0', pior o desenvolvimento humano, quanto mais próximo de '1', melhor. O índice apontado só considera apenas alguns indicadores específicos, como saúde, emprego e educação. Nesta mensuração não foram considerados outros itens, tais como; habitação, saneamento e esgotamento sanitário, telefonia e etc.

O IDHM pode ser medido de acordo com as seguintes médias que vão de 0,500 a 5,99, considera-se 'baixo desenvolvimento' e 'médio desenvolvimento' a medição alcançada que vai de 0,600 a 6,99.

Pelo visto, ora exposto dentro dos três índices apontados, o município de Coroatá sucumbiu mesmo diante do item educação, onde a média é de 0,475 o IDHM. 

Culpar dos Governos Federal e Estadual, é estabelecer uma grande hipocrisia sobre os fatos levantados e ocorridos durante os oito anos na administração passada, porém, agora, ignorados por alguns estudiosos do assunto. Pois, a 'mea culpa' também é atribuída ao ex-gestor municipal, que não deu muita bola para o azar na educação do povo coroataense.

LUÍS DA AMOVELAR: MEA CULPA

Durante os dois mandatos do ex-prefeito Luís da Amovelar (PT), o município de Coroatá perdeu duas décadas de desenvolvimento e de crescimento socioeconônico. Principalmente, quando, R$ 16 mi foram surrupiados de forma ignóbil e sorrateira dos cofres da educação municipal. Segundo levantamento apontado pelo próprio 'relatoriozinho' da Controladoria-Geral da União (CGU). De acordo com os técnicos e auditores todas as aplicabilidades analisadas desses recursos da educação e da saúde, ficaram comprovados por eles, que nunca houve responsabilidade e probidade administrativa com determinação e com a obrigação de fazer com respeito e propriedade legal no trato com a coisa pública.

O antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério ( FUNDEF), a Emenda Constitucional de nº 14 de setembro de 1996 e a sempre vilã da Saúde foram os dois alvos centrados e prediletos pelo ex-prefeito, com a intenção proposital para a prática do ilícito, do ilegal e do imoral, quando a sua preposta e ordenadora de despesas do município de Coroatá, Profª. Arly Gonçalves Diogo dos Santos foi no mínimo conivente ao emitir e assinar cheques para efetuarem pagamentos para empresas fantasmas e de fachadas. Isso é um fato! É uma realidade, e contra os mesmos não há argumentos convincentes de modo algum perante à Justiça Federal. Sem sobras de dúvidas, teriam que ir para a cadeia juntos e algemados!!! 

COMPOSIÇÃO DO ANTIGO CONSELHO DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE SOCIAL DO FUNDEF, HOJE, CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO ATUAL FUNDEB



De acordo com o Censo Escolar referente ao ano de 2005, o município de Coroatá possuía 136 escolas do Ensino Fundamental. Pasmem! Só para relembrar! Na época, o antigo Conselho de Acompanhamento e Controle Social, hoje, Conselho Municipal de Educação, ora composto pelos então conselheiros municipais titulares, conforme, consta no Relatório da CGU, realizado em em 2006, página nº 34, onde aponta os famigerados e parasitas do erário público; professores, pais, alunos e diretores representantes, o então conselheiro e Ex-Secretário de Educação do município, Odair José Soares da Silva e Raimundo Rodrigues Garcez (pais e alunos), autorizaram e aprovaram via conselho, a compra de 127.580 (Cento e Vinte Sete Mil e Quinhentas e Oitenta), vassouras para varrerem tais escolas-barracões de taipas e de palhas, no valor de R$ 633.300,70 (Seiscentos e Trinta e Três Mil Trezentos Reais e Setenta Centavos). Com o aval da ordenadora de despesa, Profª Arly Gonçalves. O primeiro, depois de tudo isso conseguiu emplacar o cargo de Secretário de Educação de Coroatá, porque sabia das vielas de entrada e saída rumo à corrupção e pendurou-se por vários anos no respectivo cargo. E ainda cunhou a enfadonha educação municipal, como sendo uma educação de primeiro mundo. Isto é, uma verdadeira piada de mau gosto!

MORAL DA HISTÓRIA

Cerca de 938 (Novecentos e Trinta e Oito) vassouras para cada escola do Ensino Fundamental. conforme consta na página de nº 42 do relatório da CGU. O que daria em média por dia para cada escola-barracão 25,69 vassouras/dia. Isso implica dizer que, a cada 24 horas teríamos de hora em hora uma faxineira varrendo essas escolas-barracões de taipas e de palhas sem fossas sépticas sanitárias, sem parar! Pode um negócio desse???

Isso é apenas para você relembrar a ponta do 'iceberg' da roubalheira cometida pelos ditos arautos da ética e do falso moralismo que compuseram o Conselho Municipal de Educação, na gestão passada, que agora tentam apontar os dedos em riste para pechar, caluniar e difamar o IDHM levantado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a serviço do PNUD.  

Enfim, aqui não contabilizamos ainda outros tantos desmandos, tais como; 3.360 frascos de óleo de peroba (haja cara de pau para lustrar); 4.600 cestos de lixo; 11.350 frascos de amaciante; 74.400 rolos de papel higiênico (haja cu); 175.000 flanelas; 850 tesouras e outras 'cositas más'!!! 

Enquanto isso, ficam os então professores balaios-bacuraus desmamados nas redes sociais a falarem asneiras e patacoadas sobre o IDHM de Coroatá e do Estado do Maranhão. No entanto, deveriam fazer uma avaliação para saber a causa, origem e consequência para o baixo desenvolvimento humano de Coroatá!!! Nenhum de vocês, nem os vereadores de oposição têm moral para apontar o dedo em riste a fim de cobrarem ética, moral e nada pelo que está sendo feito na atual administração municipal!!!

segunda-feira, 29 de julho de 2013

COROATÁ ADERE AO PROGRAMA MAIS MÉDICOS DO GOVERNO FEDERAL

 

O Programa Mais Médicos, do Governo Federal, registrou 91 municípios do Maranhão inscritos até esta quarta-feira (24). O equivalente a 37% das cidades do interior do Estado. Desse total, 68 estão nas regiões maranhenses de maior vulnerabilidade social e consideradas prioritárias. As inscrições seguem abertas até 0 h da amanhã, 25 de julho, e podem ser feitas pelo site www.saude.gov.br.

O Governo Federal tenta sanar o problema da saúde pública brasileira com o Programa Mais Médicos. O referido programa vem gerando muitas polêmicas, dúvidas, principalmente, entre a classe médica que não aceita em sua total aplicabilidade. Os médicos alegam que o programa pode causar danos à população brasileira. Por exemplo, atendimento inadequado feito por profissionais com formação, digamos; duvidosa!!!
O Programa Mais Médicos foi lançado, por meio de Medida Provisória (MP), e tem como meta levar médicos para atuar por três anos na Atenção Básica à saúde em regiões pobres do Brasil, com pagamento de bolsa de R$ 10 mil. A medida prevê ainda a criação do segundo ciclo no curso de medicina, no qual os estudantes terão que passar por um estágio de dois anos na rede pública antes de receber o diploma.

O Mais Médicos, pode em vez de resolver, criar mais problemas, pois já são vários. Os problemas podem se agravar, já que a população vai ter à sua disposição, profissionais sem nenhuma experiência.

Talvez estruturar os Centros de Saúde dando condições de trabalho aos profissionais, seria a melhor saída. Já que os profissionais reclamam, que a falta de médicos, principalmente no interior, é por falta de condições dignas de trabalho.



PROGRAMA ÁGUA PARA TODOS

Outro programa determinado pelo Governo Federal, e em parceria com a Prefeitura de Coroatá, é a acolhida do referido Programa Água Para Todos pela Prefeita Teresa Murad (PMDB), onde já começam a ser distribuídas várias cisternas na zona rural de Coroatá! São cisternas de fibra de vidro com a capacidade de armazenar até 16 mil litros d'água oriunda da chuva. 

Enfim, aos poucos as ações previstas no Plano de Governo da Prefeita Teresa Murad vão acontecendo paulatinamente à vista de todos àqueles, principalmente, aos olhos dos mais incrédulos e céticos que não creem em tudo aquilo que foi proposto pela atual gestora municipal à época da campanha política. Vai dar certo sim, seguidores de São Tomé! Basta ter fé!!!    

ESTRADAS VICINAIS VOLTAM A SER RASPADAS DEPOIS DE OITO ANOS DE DESCASO

Após oito anos de descaso e no mais completo estado de abandono, a Prefeita Teresa Murad (PMDB), determinou ao Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura, Feliciano Marques da Conceição, que todas as estradas vicinais que interligam a zona rural a zona urbana fossem imediatamente raspadas, para melhorar a sua acessibilidade, facilitando assim, o tráfego e o escoamento da produção agrícola do município de Coroatá.

Segundo os moradores da zona rural de Coroatá, jamais foi vista uma operação de terraplanagem de tamanha envergadura nas respectivas estradas vicinais, a fim de que o morador, o trabalhador e o produtor rural tivessem suas aspirações realizadas por uma gestora, que após ser eleita soube e sabe traduzir os sentimentos do seu povo, através do seu trabalho em prol daqueles que já conhecem o seu pulso, coragem, inteligência e tino político-administrativo, a fim de gerenciar a coisa pública com a obrigação de fazer.


Além dessa grande ação empreendedora, a população da zona rural já está recebendo a execução do Projeto Cidade Mais Iluminada, que visa repôr as lâmpadas queimadas, quebradas e as luminárias danificadas em cada poste localizado dentro ou próximo aos povoados.


Veja como o povo desconhece as aplicações do dinheiro público e os gestores enganam o povo!!!

leo cx 

Vamos pegar como exemplo o município de Caxias quanto ao seu recebimento do Ministério da Saúde – fundo a fundo -, no período de 01/01/2013 a 28/07/2013, isso sem a aplicação dos 15% de toda sua receita que o gestor público tem por obrigação constitucional aplicar na saúde pública, que com certeza esse valor ultrapassaria a casa dos R$ 50 milhões. Mas vamos nos basear apenas nas informações do Ministério da Saúde e mostrar como os gestores mentem descaradamente sobre os recursos recebidos.

Conforme informações do Ministério da Saúde, abaixo, o município de Caxias recebeu durante o período citado acima o valor de R$ 36.214.507,11, sendo que para Média e Alta Complexidade, o valor é de R$ 28.837.041,17, ficando com a per capita, de acordo o SISMAC, bem acima do valor per capita de todo Maranhão: A per capita do estado do Maranhão é de R$ 127,54, enquanto que a per capita do município de Caxias é de R$ 211,91, ficando superior ao do Maranhão em R$ 84,37.

caxias
Valor per capita de caxias
Valor per capita de Caxias
valor per capita do Maranhão

valor per capita do Maranhão

O que o prefeito desse município está fazendo com esses recursos? Será que ele está cumprindo com o restante das rubricas, como a de Atenção Básica, que foi até de R$ 6.147.573,50 milhões?
Está na hora de deixar de fazer politicalhas para tentar ludibriar o povo, quando sequer consegue ser transparente com os recursos recebidos…

Aos ludovicenses, abaixo os recursos recebidos por São Luís no mesmo período, e também tem a per capita acima do resto do estado, ficando no valor de R$ 193,54, ficando acima da per capita do resto do Maranhão o valor de R$ 66,00. Cadê as explicações e a honestidade com o povo?

são Luís
per capita de São Luís

per capita de São Luís

Ser novo e querer mudanças têm que ser transparentes, honestos e, principalmente, não mentir para a coletividade.

Fonte: Blog do Caio

Programa facilita acesso de maranhenses a tratamentos oftalmológicos


Durante os mutirões oftamológicos foram realizadas 8.428 consultas para diagnóstico, 1.854 cirurgias de cataratas em 65 municípios do MA. 


A Secretaria de Estado de Saúde (SES), em parceria com o Ministério da Saúde, está beneficiando milhares de pessoas com o mutirão oftalmológico para o diagnóstico e tratamento da catarata e do glaucoma. Já foram realizadas 8.428 consultas para diagnóstico, 1.854 cirurgias de cataratas e 123 de pterígios em 65 municípios maranhenses. A ação visa facilitar o acesso da população do interior do estado a assistência oftalmológica.

As pessoas que têm dificuldades de visão e mais de 40 anos de idade são avaliadas por equipes de oftalmologistas contratados pela SES. Constatados casos de catarata, os pacientes são submetidos a intervenção cirúrgica em hospitais localizados nos municípios em que é feito o atendimento. Nos casos de catarata e pterígio, o tratamento é cirúrgico, por meio de uma rápida intervenção. Os pacientes que apresentam glaucoma são tratados com o uso de colírio.

Os primeiros mutirões ocorreram em abril. A regional da SES de Pedreiras atendeu aos municípios de Bernardo do Mearim, Lima Campos, Lago dos Rodrigues e Lago do Junco. Foram realizados 714 atendimentos. Na regional de Presidente Dutra foram beneficiadas pessoas residentes nos municípios de Aldeias Altas, Graça Aranha, Tufilândia, Olho d’Água das Cunhãs e localidades próximas com a realização de 399 atendimentos.

Nas cidades de Vargem Grande, Itapecuru-Mirim, Nina Rodrigues e Presidente Vargas foram contabilizadas 622 consultas para diagnóstico de glaucoma.  No total foram realizados 1.735 atendimentos, com 292 cirurgias de cataratas e 34 de pterígios.

Julia Aguiar Mendonça, 75 anos, moradora do povoado Bela Vista, em Presidente Vargas, foi uma das pacientes diagnosticadas com catarata. Quebradeira de babaçu, ela teve que abandonar a atividade em conseqüência da perda parcial da visão. “Não tenho condição de pagar particular para fazer a consulta e a cirurgia em São Luis. Estou muita agradecida porque vou ter a oportunidade de ficar curada”, disse.

Em maio foram realizados, nos municípios de Anapurus, Mata Roma, Milagres do Maranhão e Santa Quitéria, quando 390 pessoas foram consultadas e 47 beneficiadas com cirurgias de catarata e 25 de pterígio. Nas cidades de São Domingos do Azeitão, Benedito Leite, São Raimundo das Mangabeiras e Sambaíba foram 220 atendimentos, com 40 cirurgias de catarata e 24 de pterígio.

Também foram beneficiadas as populações de Morros, Cachoeira Grande e Presidente Juscelino com 57 consultas para diagnóstico do glaucoma, nove cirurgias de catarata e três de pterígios. Ainda no mês de maio foram realizadas na Raposa 155 consultas, sendo 13 cirurgias de catarata e seis de pterígios. No total foram 822 consultas no mês de maio, 109 cirurgias de catarata 58 de pterígios.

Mais de 500 atendimentos  – Em junho, nos municípios de Sucupira do Norte, Fortuna, Mirador e Jatobá foram 311 consultas para diagnóstico de glaucoma, com 45 cirurgias de catarata (18 em Mirador; 10 em Jatobá; 4 em Sucupira e 13 em Fortuna) e 22 de pterígios.  Nos municípios de Pedreiras, São José dos Basílios e Jenipapo dos Vieiras foram 225 consultas para diagnóstico e tratamento do glaucoma e 23 cirurgias de cataratas, fechando o mês de junho com 536 consultas e 68 idosos beneficiados.

O aposentado Raimundo Alcântara, 73 anos, morador do povoado Couro Danta dos Mota, em São José dos Basílios, retrata a realidade vivida por muitas pessoas. Ele disse que não tem parentes em São Luis para marcar a consulta pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e não tem dinheiro para pagar a cirurgia particular em Presidente Dutra. “Sofro muito. Vivo me perdendo dentro de casa, não consigo enxergar direito e acabo ‘esbarrando’ nas pessoas e móveis. Quando soube que teria este mutirão aqui na cidade vim logo aproveitar para consultar e fazer a cirurgia de catarata”.

Mutirões  

Neste mês, os mutirões beneficiaram os municípios de Coroatá, Peritoró, Timbiras e Alto Alegre do Maranhão com 809 consultas para diagnóstico do glaucoma. Na regional de Chapadinha foram realizados mutirões em Brejo e Chapadinha – contabilizando 619 consultas para diagnóstico do glaucoma e 212 cirurgias de catarata.

Nos atendimentos de Vitória do Mearim, Arari e Codó foram feitos um total de 1.108 consultas, 296 cirurgias de catarata e nove pterígios. Maria do Socorro Costa da Silva, 55 anos, foi uma das pessoas beneficiadas em Arari. Ela contou que já havia consultado em São Luis e chegou até a fazer os exames pré-operatórios. “Quando soube que ia ter cirurgia aqui no município, tratei de vim logo cedo para garantir atendimento. Assim, o evito de voltar para fazer em São Luis”.

As populações dos municípios de Rosário, Bacabeira, Axixá, Santa Rita, Cachoeira Grande, Presidente Juscelino, Morros, Icatu, Igarapé do Meio, Monção, Humberto de Campos, Primeira Cruz, Santo Amaro e Barreirinhas também foram contempladas, com um total de 2.368 atendimentos e 505 cirurgias realizadas.

Foram feitas 1.240 consultas nas regionais de Pinheiro e Viana. Em Pinheiro foram beneficiados os moradores de Palmeirândia, Turilândia, São Bento, Peri-Mirim, Mirinzal, Bequimão, Presidente Sarney e Pinheiro com um total de 269 cirurgias. Na regional de Viana foram realizadas 103 cirurgias nos moradores de Viana, Matinha, Vitória do Mearim, Penalva, Pedro do Rosário e Santa Inês.

Fonte: Governo do Estado do Maranhão

Novas cédulas de R$ 2 e R$ 5 começam a circular hoje


O Banco Central (BC) comunicou, na sexta-feira (26), que entram em circulação nesta segunda-feira (29) as novas cédulas de R$ 2 e de R$ 5, da Segunda Família de Cédulas do Real.

Veja as novas notas:


De acordo com comunicado do Departamento do Meio Circulante, as notas de R$ 2 mantém o padrão de cor predominante azul, mas terá novas dimensões. A nota de cinco segue com o tom predominante lilás e passa a apresentar um tamanho diferente do atual.

Os principais itens de segurança nas duas cédulas são a marca d’água, o “quebra cabeças”, no qual o valor da cédula aparece quando examinada contra a luz, marcas em alto relevo e elementos fluorescentes, visíveis sob a luz ultravioleta.

Em julho de 2012 entraram em circulação as notas de R$ 10 e R$ 20, que devem ser completamente trocadas até meados de 2014. As primeiras cédulas da nova família a entrar em circulação foram as de R$ 50 e R$ 100.

Com informações do Uol Notícias

domingo, 28 de julho de 2013

Lobão declara apoio a Luis Fernando para 2014 após abdicar de pré-candidatura

Cúpula do PMDB anuncia pré-candidatura de Luis Fernando após ministro Edison Lobão abdicar da disputa

PMDB confirma discurso de união pregado em encontro no mês de março e decide por unanimidade pela pré-candidatura do auxiliar da governadora Roseana Sarney
O ministro das Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB), abdicou ontem da pré-candidatura ao Governo do Estado e declarou formalmente apoio ao colega de partido Luis Fernando Silva, secretário de Estado da Infraestrutura.
A reunião na qual se definiu o quadro da sucessão de 2014 pela base governista aconteceu na residência do presidente estadual do PMDB, senador João Alberto, e contou com a participação das principais lideranças peemedebistas do Maranhão, o senador José Sarney e a governadora Roseana Sarney entre elas.
Foi a confirmação de um discurso de união pregado ainda em março, por ocasião do encontro estadual do PMDB e a deflagração oficial do processo que culminará com a eleição do novo governador do Maranhão, em outubro do ano que vem.
Segundo o ministro, o grupo sempre apoiou seu projeto de disputar a eleição do ano que vem, mas ele havia deixado claro que decidiria seu posicionamento levando em conta, também, o trabalho que vem desenvolvendo à frente do Ministério das Minas e Energia (MME). Para o, agora, ex-pré-candidato, pesou na decisão a importância do MME para o Brasil e, principalmente, para o Maranhão.
"Todos, desde o início, pretendiam a minha candidatura ao Governo do Estado. E, desde o começo, ficou em mim a capacidade de decidir se eu seria, ou não, candidato a governador. Pensei muito e cheguei à conclusão de que o Ministério que eu ocupo é extremamente importante para o Brasil, mas em especial para o Maranhão", declarou.
Lobão destacou o fato de que Luis Fernando foi aceito pela unanimidade do comando partidário para enfrentar o que considerou "luta" a ser travado no ano que vem. "O Luis Fernando foi o escolhido por unanimidade pelo nosso grupo - ele é o précandidato do PMDB, que tem uma aliança larga com diversos partidos - para enfrentar essa luta que virá no próximo ano", comentou.
Honra- O secretário Luis Fernando classificou como "honra" o fato de ter sido escolhido por unanimidade pela cúpula do PMDB para representar o grupo na sucessão da governadora Roseana. Para ele, a tranquilidade com que foi tomada a decisão foi possível pela característica de unidade do grupo.
"É natural que os partidos, e o PMDB também, comecem a se articular para as eleições de 2014. E o nosso grupo tem uma característica muito forte de união. E eu sempre disse e repito que, como político, o meu nome está sempre colocado à disposição do partido", reforçou.
O pré-candidato disse ter noção da responsabilidade que será representar o grupo do qual faz parte na disputa eleitoral de 2014. "Se a base do PMDB entende que em 2014 eu possa disputar a eleição, me coloco, sim, com muita honra, com muita alegria, com muita satisfação, mas com muita responsabilidade, sobretudo, à disposição do partido para isto", frisou.
"Farei todo o esforço pela candidatura dele", diz Lobão
O ministro das Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB), não se limitou a sair da disputa em favor do secretário de Estado da Infraestrutura, Luis Fernando (PMDB). Garantiu, também, empenho pela candidatura do colega de partido no ano que vem, dentro das limitações que o cargo de ministro impõem.
"Farei todo o esforço que puder pela candidatura dele. Irei para as praças públicas, estarei nas reuniões partidárias, durante o tempo que minhas atribuições permitirem. O Luis Fernando contará comigo em todos os momentos para levar adiante essa candidatura, que não é só dele, é nossa, é do estado do Maranhão, é do grupo político que está governando o estado", declarou.
O auxiliar da presidente Dilma Rousseff (PT) destacou, ainda, as qualidade do pré-candidato do PMDB como administrador público.
E lembrou também da passagem de Luis Fernando pela sua equipe de governo, nos anos 90.
"Trata-se de um nome da melhor qualidade, foi um prefeito exemplar, de uma grande cidade, que é Ribamar, é secretário de Estado, foi meu secretário quando eu fui governador do Estado. É leal, inteligente, talentoso. Tem todas as qualidades para ser o candidato deste grupo", concluiu.
Do jornal O Estado do Maranhão

 

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Ricardo Murad anuncia solução para o caso da Maju

O secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad (PMDB), anunciou hoje (25), por meio de sua página pessoal no Facebook, que já houve entendimentos com o pessoal de São Paulo para a solução do caso da pequena Maria Júlia, conhecida aqui como Maju.

maju 

Segundo ele, amanhã (26) será concluído o processo para que ela viaje “imediatamente” à capital paulista, onde será submetia a uma cirurgia chamada de Artrodese de Coluna Lombo-sacra. Maju viajará acompanhada da família, com custos bancados pelo Estado.

“Acabei de ter um entendimento pessoal com o Dr. Moraes, neurocirurgião que irá tratar da Maria Júlia. Estamos entendidos e amanhã concluiremos o processo para que a viagem se dê imediatamente e sem nenhum custo para a família”, postou o secretário, por volta das 19h30 na rede social.

Fonte:  Gilberto Leda

Secid redefine ações do Minha Casa Minha Vida Rural


O secretário de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Hildo Rocha, se reuniu, nesta quinta-feira (25), com representantes de instituições financeiras e entidades estaduais com o objetivo de redefinir rotinas administrativas relacionadas ao processo de aquisição de imóveis do programa Minha Casa Minha Vida Rural. Rocha falou que, a demanda na área de assentamentos no estado, que é de 15 mil unidades, será reduzida em 73% por meio da iniciativa.
“Nesta reunião, buscamos aperfeiçoar o entrosamento entre os órgãos envolvidos na execução dos programas habitacionais do Governo Federal para garantir que os beneficiários possam ter esse direito assegurado com maior rapidez”, declarou o Secretário.

Participaram da reunião, o secretário de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar, Fernando Fialho; os adjuntos da Secid Artur Boueres (Habitação) e Silvano Neto (Desenvolvimento Urbano); o coordenador do Programa, Márcio Machado; o presidente do Instituto de Terras do Maranhão (Iterma), Luiz Alfredo da Fonseca; o superintendente do Banco do Brasil, Maélcio Soares; e o representante da Caixa, Daniel Sousa.

Hildo Rocha afirmou que o Governo do Estado realiza trabalho intenso visando diminuir o déficit habitacional. “Foi elaborado, por determinação da governadora Roseana Sarney, de maneira participativa, o Plano Estadual de Habitação de Interesse Social, que tem como objetivo definir uma Política Pública para o setor, e, principalmente, criar mecanismos para ampliar a oferta de casas próprias para a população de baixa renda”, detalhou.

E o secretário complementou: “Para que possamos obter melhores resultados é necessário integrar as ações dos órgãos envolvidos na execução dos programas habitacionais. Só assim conseguiremos construir mais moradias no interior do estado e atender as demandas dos setores de saneamento e mobilidade urbana”.

Harmonia

No encontro, ficou acordado que todas as ações referentes ao processo de construção de moradias em áreas de assentamento do Iterma, previstas no Plano Nacional de Habitação Rural, serão centralizadas na Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid). Atendidas todas as exigências legais, o órgão encaminhará a documentação e os projetos para o Banco do Brasil e Caixa, agentes federais que financiam o Programa Minha Casa Minha Vida Rural.
O secretário Fernando Fialho destacou a importância do encontro. “Estamos reunidos com o Banco do Brasil, Caixa e Iterma para discutirmos a melhor forma de encaminhamento do programa e, dessa forma, garantir que o maior número de pessoas seja alcançado pelo benefício, e com mais rapidez”, declarou Fialho.
O presidente do Iterma, Luis Alfredo, destacou que das unidades habitacionais que serão construídas pelo Programa Minha Casa Minha Vida Rural, no Maranhão, 11 mil serão edificadas em assentamentos do Iterma. “A administração desse trabalho será feita pelo Governo do Estado, por meio da Secid e em sintonia com o Iterma e Sedes”, declarou.

Fonte: Governo do Estado.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

JMJ: Rio dá demonstração de fé e carinho jamais vistos


papa-francisco-e-recebido-por-milhares-de-fieis-nas-ruas-do-centro-do-ri 

O Brasil, e fundamentalmente o Rio, deu ao mundo uma demonstração de carinho e de fé católica que nenhum país jamais ofereceu em nenhuma das outras jornadas mundiais da juventude.

A demonstração fica ainda mais contundente quando se leva em consideração que a visita do Papa Francisco não é de um dia – são de sete – e que este carinho e esta fé vão se repetir com cada vez mais intensidade ao longo desta semana. E esta manifestação não é por uma singela curiosidade de estar próximos a um pop star. Tem motivação religiosa, de estar com Sua Santidade.

O abraço do povo do Rio é tão simbólico e verdadeiro quanto o próprio abraço que o Cristo Redentor oferece ao mundo.

Toda esta celebração foi seguida da manifestação que o povo ofereceu nas areias de Copacabana, na terça-feira. Com uma temperatura atípica para os padrões cariocas, e com uma chuva embalada pelas ondas do mar, que tornava a sensação térmica ainda mais baixa, uma multidão mostrava alegria e fé. Multidão que, à tarde, era de cerca de 400 mil pessoas, mas que à noite, com a chuva e a temperatura ainda mais baixa, dobrou.

Não se discute em nenhum momento o custo daquele palco nas areias de Copacabana. Pelo contrário: se agradece ao arcebispo Dom Orani Tempesta tê-lo oferecido à Sua Santidade, o Papa Francisco. Papa que deixou de ser um pastor da Igreja Católica para, com certeza, se tornar um pastor do mundo. Pastor que alerta que a pobreza não é problema dos pobres, mas tem que ser uma reflexão do mundo. A solidariedade e a conscientização são fundamentais para que o ser humano seja tratado com mais dignidade.

O que o Brasil – um país pobre e emergente -, e fundamentalmente o Rio, está oferecendo, ilumina o mundo para que essa solidariedade não demore.

Sua Santidade, obrigado por pisar em solo brasileiro. Com o maior respeito fazemos uma observação ao nosso Pastor, que não precisa de hábito para ser Santo: A juventude é do Papa, e também é de Dom Orani.

Por isso, Sua Santidade, o Rio que lhe recebe como o senhor tão bem merece, também merece que nosso pastor se torne cardeal.

Ex-deputado Edilson Peixoto acaba de ser executado na cidade de Dom Pedro

 
 

O ex-deputado estadual, Edilson Peixoto, mais conhecido por Peixotinho foi assassinado em Dom Pedro hoje, 25, por volta das 7h45m. O atirador estava numa moto, aproximou do carro do ex-deputado e efetuou pelo menos 9 disparo de arma 9mm. Após o crime, o atirador evadiu-se do local.

Uma multidão de populares de Dom Pedro cercou o carro. O corpo foi levado para o hospital para ser periciado. O delegado do município acredita em crime de encomenda.

Neste mês, no dia 12, o ex-vereador Diogo Gomes de Freitas, também de Dom Pedro foi assassinado e teve a orelha cortada por criminosos. O delegado não descarta a possibilidade de que os dois crimes estejam relacionados.

A pistolagem, pelo jeito, corre solta em Dom Pedro. Na semana pessada o Prefeito de Dom Pedro Hernando Macedo esteve em São Luís, com uma comitiva de vereadores, para pedir mais segurança para o município. Em reunião com o Secretário de Estado de Segurança Aluísio Mendes, o pedido foi negado.

Em 2006, Edilson Peixoto, assassinado hoje, foi acusado de tentar assassinar Alexandre Costa, então presidente da Câmara de Vereadores de Dom Pedro.

Maranhão vai produzir energia eólica a partir de 2014


 

O Maranhão vai gerar energia eólica a partir de junho de 2014, quando iniciará a operação da 1ª fase do projeto de implantação dos parques eólicos da Bioenergy Geradora de Energia a ser implantado nas cidades de Tutóia e Paulino Neves. O projeto total está estimado em R$ 4,5 bilhões de investimentos e deve gerar cerca de 2.000 empregos durante a implantação. O anúncio foi feito pelo presidente da empresa, Sérgio Marques, durante o Encontro de negócios, realizado nesta quarta-feira (24), no Pestana Resort Hotel, em São Luís.

O encontro, uma ação do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF), foi realizado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Sedinc), Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema) e a Bioenergy. O evento contou com a participação do Secretário de Estado do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Mauricio Macedo; do vive-presidente da Fiema, José Orlando Leite, do secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico da Sedinc, David Braga Fernandes, do superintendente de Negócios da Sedinc, José Oscar Melo Pereira, além de executivos da Bioenergy e empresas contratadas para a implantação do projeto e empresários do Maranhão.

Na ocasião, as empresas contratadas da Bionegy para a realização das obras – ABB, Elecnor, Estrutural e GE – no estado apresentaram as demandas e oportunidades de negócios para as empresas locais. Ao falar sobre o projeto, o presidente da Bioenergy, Sérgio Marques disse que a empresa está extremamente motivada com a implantação do empreendimento no estado, pois encontrou total apoio do governo estadual.  ”Vamos ter aqui no estado 377 aerogradores nas fases I e II. Nosso objetivo é gerar energia a partir de junho do próximo ano”, disse Sérgio Marques, destacando que a empresa necessita também do apoio e da interação com as empresas locais. “Não queremos trazer só o empreendimento, mas também o desenvolvimento”, disse Sérgio Marques. Os parques eólicos serão implantados nas cidades de Paulino Neves, Tutóia e Barreirinhas.

O encontro de negócios colocou Bioenergy e suas empresas contratadas para a realizada frente a frente com as empresas locais do estado para que conheçam de perto as oportunidades. “Esta é uma reunião de trabalho que visa aproximar a Bioenergy das empresas maranhenses para que elas conheçam as demandas de produtos e serviços do projeto. A ideia é que parte dos investimentos seja internalizada na nossa economia por meio das empresas locais e geração de empregos, que é o propósito do PDF”, disse Mauricio Macedo. De acordo com o superintendente de negócios da Sedinc, José Oscar, o PDF possui atualmente 860 empresas cadastradas.

Para o vice-presidente da Fiema, José orlando Leite, o empreendimento da Bioenergy possui um grande potencial multiplicador de novos negócios. “A energia eólica a partir de hoje se torna uma realidade para nós empresários, não só como fonte de energia, mas como uma geradora de oportunidades de negócios”, observou José Orlando, ressaltando que o Sistema Fiema, por meio do Senai do Maranhão, já está trabalhando na elaboração dos parâmetros curriculares com foco na fabricação, instalação e manutenção de aerogeradores e parques eólicos.

A Bioenergy já iniciou a implantação da infraestrutura para a instalação de 13 parques eólicos no Maranhão que produzirão aproximadamente 640 MW de energia limpa e renovável, com investimento estimado em R$ 1,4 bilhão. A segunda fase entrará em operação a partir de 2015, com um total de 377 aerogeradores para gerar um total de 1GW.

Para permitir o escoamento da energia, a Bioenergy também constrói uma linha de transmissão de 500 KVA, com 240 km que interligará a subestação de Miranda II, na qual estão sendo investidos cerca de R$ 125 milhões.

Com informações da ASCOM

terça-feira, 23 de julho de 2013

Padilha garante R$ 60 milhões ao “Saúde é Vida” ainda “essa semana”

padilha 

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT), garantiu hoje (22) que o Governo federal destinará, ainda esta semana, mais R$ 60 milhões ao Fundo Estadual de Saúde a serem usados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) no custeio da rede de média e alta complexidade.

O anúncio foi feito durante reunião do petista com a governadora Roseana Sarney, o secretário Ricardo Murad (Saúde) e os senadores maranhenses João Alberto e Edinho Lobão, todos do PMDB. O senador José Sarney, do Amapá, também esteve no Palácio dos Leões.

“Essa semana nós vamos acrescentar ao Fundo Estadual de Saúde mais R$ 60 milhões através de recursos para a média e alta complexidade”, declarou.

Segundo Padilha, a ideia é reforçar o orçamento da saúde estadual e ajudar o Governo do Estado a manter a estrutura montada através do programa “Saúde é Vida”, considerada um “esforço” pelo ministro – o programa foi apresentado em detalhes numa reunião fechada da qual participaram técnicos da SES e do Ministério.

“Isso vai ajudar ainda mais esse esforço de montar uma rede de saúde no Maranhão que está sendo feito em parceria com o Governo do Estado”, completou.

Fonte: Blog do Gilberto Leda

Bacabal: Motorista perde o controle do veículo, cai da ponte e morre.

Fotos: Júnior Pereira
Por volta das primeiras horas da madrugada desse domingo (21) José Roberto Mendes Cordeiro, 47 anos, ao passar sobre a ponte do Rio Mearim, na BR-316, em Bacabal, perdeu o controle do veículo que dirigia vindo a cair de uma altura de aproximadamente 10 metros.

Apesar das fotos mostrarem o veículo já na água o mesmo não chegou a cair dentro do rio, mas sim em sua margem. 

O impacto com o solo foi tão grande que José Roberto, natural de nossa capital,  teve morte instantânea.
 
fonte: Blog do Sergio Matias

© Copyright 2008 - Idalgo Lacerda.