Pages

terça-feira, 23 de maio de 2017

Caixa 2 do PCdoB passou dos R$ 20 milhões em 2014, revelam delatores…


POSTED ON 

Partido já citado em delações da Odebrecht agora é protagonista de propinas também da JBS, com cerca de R$ 13 milhões abastecendo suas candidaturas, inclusive no Maranhão, onde a eleição de Flávio Dino era a prioridade da legenda


MUITO PRÓXIMOS
Orlando Silva articulou a prioridade da eleição de Flávio Dino no PCdo
B; e arrecadou os recursos para o partido
Este blog tem mostrado em diversos posts as relações do PCdoB, partido do governador Flávio Dino, com a corrupção em Brasília.
Em março, o ex-executivo da Odebrecht, Alexandrino Alencar, já havia revelado caixa 2 de R$ 7 milhões para o partido, que definiu a eleição do governador Flávio Dino como prioridade. (Releia aqui)
Agora foi o executivo da JBS, Ricardo Saud, quem revelou ter repassado nada menos que R$ 13 milhões aos comunistas, totalizando R$ 20 milhões em propinas pagas em troca do apoio à candidatura de Dilma Rousseff (PT).
No esquema do PCdoB um nome se destaca: o ex-ministro dos Esportes, Orlando Silva, responsável pela captação de recursos clandestinos para as campanhas do partido.
Muito próximo de Flávio Dino, Orlando nomeou um aliado – Danilo Moreira da Silva – como adjunto do principal auxiliar do governador, o jornalista Márcio Jerry.
Os R$ 7 milhões da Odebrecht e os R$ 13 milhões da JBS somam R$ 20 milhões em propinas para o PCdoB.
E ainda faltam delações da OAS, da Andrade Gutierrez e de outras empresas envolvidas na Lava Jato.
A conta comunista pode aumentar, portanto…
Por Idalgo Lacerda - Como está sendo divulgado pela grande mídia nacional, a conta do PCdoB não fecha nem bate matematicamente. Pelo visto, de acordo com a delação dos diretores executivos das empresas Odebrecht e JBS. A contabilizações de outras somas poderão fermentar o bolo da corrupção à qual envolveu-se o PCdoB.  Isso só é por enquanto um pequeno mote! Quer dizer, se não chegar a um valor ainda maior quando surgir novas propinas repassadas, através de outras delações feitas por outros delatores de outras empresas que certamente resolverão dar com a língua nos dentes!!!
E, portanto, quem acompanha esse mar de lama, sabe que a coisa ficará mais estupefata quando o advogado Willer Tomaz fizer o seu acordo de delação  e  vomitar tudo o que  conhece sobre certas transações escabrosas que supostamente estariam já em andamento sob o comando do grupo  político comunista que reina e impera atualmente no Estado do Maranhão!!!

Trancafiado em casa, Aécio esbraveja contra a PGR

Lamentos pela prisão da irmã


Foto de arquivo: Senador Aécio Neves, durante votação do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff - 30/08/2016 (Andressa Anholete/AFP)

Aécio Neves pouco vem falando da lama em que se enfiou. Nos últimos dias, trancado dentro de sua casa, em Brasília, o senador afastado passa a maior parte do tempo lamentando a prisão de irmã e mentora, Andrea Neves, e esculhambando a PGR.

Por Idalgo Lacerda - Como não estaria se sentindo o avô deste canalha, o saudoso Tancredo Neves, ao saber das falcatruas e picaretagens grosseiras cometidas pelo neto Aécio Neves e sua irmã, Andreia Neves presa pela Polícia Federal, a mando do Ministro Edson Fachin por ser cúmplice das roubalheiras compartilhadas na Operação Lava Jato e outras maracutaias que logo virão à tona.

Esse pilantra teria que estar trancafiado em uma prisão de segurança máxima, mas não isolado nas dependências de sua confortável e nababesca mansão construída com o dinheiro desviado durante o tempo que exerceu cargos públicos até o presente momento!!!

Texto com base na Coluna Radar On-Line

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Flávio Dino na mira do STJ!!!



Por Idalgo Lacerda - Após a delação dos diretores executivos das empresas Odebrecht e JBS junto ao Juiz Federal, Sérgio Moro e ser listado nominalmente pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot. O atual Governador do Estado do Maranhão, Flávio Dono (PCdoB) terá que dar plausíveis explicações ao Superior Tribunal de Justiça - STJ.

O Ministro Edson Fachin mandou imediatamente que o citado fosse investigado para apurar todas as denúncias de irregularidades que pesam contra si.Tanto pela formação de caixa 02 quanto ao recebimento   ilícito de propina por intermédio do seu partido político PCdoB nas eleições de 2010 e 2014. 

Dentre os 27 governadores eleitos em 2014, 16 destes foram eleitos com dinheiro advindo da corrupção. Cujos 16 governadores está incluído Flávio Dino que não só recebera propina da JBS, como também grana suja da Odebrecht.

Com a prisão do advogado playboy que intermediava todo o esquema de propina, Willer Tomaz, a situação se complicou ainda cada vez mais para Flávio Dino. Pois, o mesmo mantinha ilações escabrosas e transações espúrias para com o pupilo de Deputado Federal Weverton Rocha (PDT) e também com o próprio governador. Como por exemplo, a transação de compra do Sistema Difusora de Comunicação que, devido ao estouro desta bomba acionada pelo dono da JBS, Joesley Batista muita sujeira virá à tona e à  luz  dos fatos, logo que Willer Tomaz botar a boca no trombone negociando a sua delação premiada!!! Ou seja, são apenas questões de dias e horas! Esperem para conferir!!!

Imagem do dia: novos militantes do Partido Político da FRIBOI!!!





Detentos na Penitenciária Agrícola de Pedrinhas tocam terror, medo e pânico seguido de morte!!!







Por Idalgo Lacerda - Uma noite de terror e de ações macabras foram registradas dentro e fora na Penitenciária Agrícola de Pedrinhas, quando 26 detentos fugiram após explodirem um dos muros que cerca o presídio localizado na Ilha de São Luís, neste início de noite deste domingo, 21, a partir das 20:00 h.

A ação de violência, segundo o relato dos agentes penitenciários se dera de forma relâmpago para que tudo acontecesse sem que as forças policiais agissem ostensivamente e repressivamente contra os rebelados no momento em que colocaram uma bomba e explodiram o muro da penitenciária, ateando fogo em colchões e, também à prática de assassinato contra seus parceiros e desafetos.



Durante a ação o rádio não funcionou para avisar aos demais agentes e à tropa de choque da Polícia Militar. O que ainda aumentou o pânico em todos os presentes que prestavam serviços em seus plantões. Há notícia de que tem um detento morto e alguns servidores feridos gravemente pelos presos que buscaram evadir-se a todo custo do presídio na hora do terror e do pânico causado pelos mesmos.


Até o presente momento não se sabe ao certo quantos bandidos foram recapturados pelas Polícias Civil e Militar!!!

A bem da verdade, o Governo do Estado tem conhecimento de que a Penitenciária de Pedrinhas é um verdadeiro queijo suíço. Existem buracos para todos os lados e, por isso ocorre de vez em quando tais rebeliões, o que coloca em xeque-mate o trabalho e a credibilidade dos serviços prestados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Maranhão.

domingo, 21 de maio de 2017

Alguns nomes do Maranhão que teriam recebido dinheiro da JBS






O jornal Gazeta do Povo divulgou ontem o que seria a relação completa dos 1.829 candidatos que teriam recebido dinheiro da JBS durante campanhas eleitorais. Dentre eles, alguns do Maranhão.
De acordo com a listagem, a JBS teria feito doações de até R$ 600 milhões para 28 partidos e que ajudou a eleger 179 deputados federais, além de bancar 28 senadores e mais 16 governadores. Flávio Dino não aparece na relação, mas na prestação de contas ao TRE surge lá o apoio da empresa ao comunista com R$ 200 mil.
O blog acompanhou certa parte da relação e encontrou na lista nomes como Davi Alves Filho, Rubens Pereira Júnior, Julião Amin, Weverton Rocha, Chiquinho Escórcio, Deoclides Macedo, Rosângela Curado e até Rose Sales.
Pode ser que sim ou pode ser que não.

Vixe, que desmunhecada visceral!!! Ó nossa santa! mãe!!! Uma imagem que gera dúvida de lascar na cabeça e na língua do povo!!!



sexta-feira, 19 de maio de 2017

ROSEANA, a mulher guerreira!!! A então e futura governadora que fez, faz e fará ainda muito mais pelo povo do Estado do Maranhão; reveja!!!















BOMBÁSTICA!!! Advogado da JBS preso no nababesco hotel luxuoso em São Luís, Willer Tomaz, é também testa de ferro dos políticos Weverton Rocha e Flávio Dino na escabrosa transação de compra do Sistema Difusora de Comunicação



Por Idalgo Lacerda - Advogado, playboy e parceiro incondicional de esbórnia e de orgias regadas a bebidas finas e mulheres caríssimas, importadas pelo Deputado Federal Weverton Rocha (PDT), encontra-se preso pela Polícia Federal (PF) na carceragem em Brasília, Willer Tomaz que possui trânsito livre dentro do Palácio dos Leões e, segundo informações,  também seria o conselheiro particular para transações espúrias e escabrosas do atual Governador Flávio Dino (PCdoB). Que agora está envolvido até o pescoço na Operação Lava Jato, ora delatado pelos diretores executivos da Odebrecht e JBS por ter recebido propina, através de caixa 02, onde responderá por conduta ilícita junto ao Superior Tribunal de Justiça - STJ.

Para muitos que conhecem a falaciosa história do então  humilde estudante secundarista e Presidente da União Maranhense dos Estudantes Secundários - UMES - o recém-eleito deputado chegou de forma célere e meteórica ao topo da fama rápido demais. Contudo, de um jeito espantosa e bastanteduvidoso.


Achamos muito estranho como do dia para a noite o secundarista encontrou a fórmula milagrosa para conseguir tanto dinheiro para esnobar e esbanjar uma riqueza que é totalmente incomprovável com a sua evolução patrimonial.Que a Receita Federal esteja de olhos bem abertos!!!

Quando agora, alia-se ao advogado Willer Tomaz que é proprietário de um jatinho e que viaja o país inteiro na busca de aventuras e de tesouros perdidos a serviço dos maus políticos envolvidos em casos de corrupção, como por exemplo, para comprar a peso de  ouro, o Sistema Difusora de Comunicação, da Família Lobão. Pela vultosa cifra de R$ 65 milhões!!! Isto é, se for realmente o valor pago e declarado oficialmente diante dos olhos da Receita Federa. O que é totalmente incompatível com o  lastro patrimonial do emergente deputado pedetista. Mas isto será outra história que poderá ter outros macabros desdobramentos.

Todavia, o caso não para por aí! Pois, o pior de toda esta história mal-contada tentam colocar como 'laranja', o  jornalista Zeca Pinheiro, o Corcunda Notre Dame, à frente do negócio para tocar o comando da empresa quando a empresa for adquirida pelo novo 'milionário' do Estado do Maranhão, Weverton Rocha! Pode um negócio desses???

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Bomba!!! JBS também doou dinheiro para Flávio Dino em 2014

Empresas alvo na Operação Lava-Jato se revezaram em doações ao então candidato Flávio Dino (PC do B), em 2014 

Direção Estadual/Distrital             71.585.376/0001-53     JBS S/A  02.916.265/0001-60      15/09/14         C65001009210MA000042            R$ 200.000,00        Cheque                 850003                Comitê Financeiro Distrital/Estadual para Governador             20.592.607/0001-15        PC do B               MARANHÃO     
O governador do Maranhão, Flávio Dino também recebeu doação da empresa JBS, por meio do Cheque 85003. Alvo da ‘Operação Carne Fraca’, o grupo repassou o valor de R$ 200 mil ao Comitê Financeiro do então candidato ao governo. O dinheiro foi enviado faltando apenas 15 dias para a eleição, no dia 15 de Setembro de 2014.
O grupo JBS como se sabe agora foi o maior doador de campanhas eleitorais e repassou a partidos políticos e também a candidatos cerca de meio bilhão de reais. As doações eram em caixa dois e registradas na Justiça Eleitoral, como consta na delação premiada do dono da empresa, Joesley Batista.
É incrível como as empresas investigadas na Operação Lava-Jato se revesaram em fazer doações ao governador Flávio Dino, já foram OAS, UTC, Odebrecht e agora, a JBS, na prestação de contas do comunista, figuram ainda como doadoras, mineradoras, distribuidoras de derivados de petróleo e empreiteiras.
Em tempo: Por causa da delação premiada de executivos da Odebrecht o governador do Maranhão é alvo de investigação na Operação Lava-Jato, segundo o delator, José de Carvalho Filho, ele teria recebido dinheiro em forma de Caixa 2 para sua campanha eleitoral.

Vejam as imagens da propina sendo entregue aos ladrões e corruptos gravadas pela Polícia Federal!!!!




Advogado da JBS é preso em hotel de São Luís nesta quinta-feira (18)

Blog do Diego Emir

3
O advogado Willer Tomaz, sócio da rádio JK FM de Brasília foi preso na manhã desta quinta-feira (18), em São Luís em um hotel da Ponta do Farol. O brasiliense estaria na capital maranhense pois teria um encontro com pessoas ligadas ao deputado federal Weverton Rocha (PDT), inclusive já se tem a informação de que Willer Tomaz seria sócio do pedetista e estaria adquirindo empresas do jornalista Zeca Pinheiro.
O advogado Willer Tomaz foi encaminhado para a sede da Polícia Federal (PF), no bairro Cohama, na capital, de onde será levado para Brasília ainda nesta tarde.
Já se sabe que Willer Tomaz também advoga para diversos políticos no Maranhão, entre eles estaria o governador Flávio Dino.
De acordo com as investigações, Willer teria coaptado o procurador da República Ângelo Goulart Villela para que ele interferisse na Operação Greenfield, que investiga irregularidades nos fundos de pensão Funcef, Petros, Previ e Postalis – e de atrapalhar o processo de negociação do acordo de colaboração premiada do empresário Joesley Batista, um dos do sócios da holding J&F, dona do frigorífico JBS.
No dia 3 de maio, o delator Joesley Batista gravou e fotografou Goulart e Tomaz juntos em um jantar, que seria uma reunião secreta, na casa do advogado. Segundo o delator, durante o encontro o procurador gabava-se de ter pleno acesso às informações da Greenfield e da Lava Jato e repassou detalhes das investigações ao advogado.
Na manhã desta quinta, depois de a prisão de Goulart ter sido feita, o PGR, Rodrigo Janot, enviou um comunicado aos colegas para explicar a situação. Segundo ele, o sucesso desta etapa das investigações “tem um gosto amargo”. O procurador-geral afirma ainda que eles tentaram interferir nas negociações de delações premiadas com envolvidos da Greenfield.
Entre os envolvidos, o Grupo J&F, dono do frigorífico JBS, de Joesley. “A responsabilidade criminal do procurador e dos demais suspeitos atingidos pela operação de hoje será demonstrada no curso do processo perante os juízos competentes, asseguradas todas as garantias constitucionais e legais”, diz Janot, na nota.
*Com informações do Correio Braziliense

MICHEL TEMER INSUSTENTÁVEL!!! "Você tem que manter isso, viu?!?"





Por Idalgo Lacerda - A casa caiu de vez para o Presidente Michel Temer (PMDB) após gravação orientada pela Polícia Federal ter dado instruções para o delator e empresário da JBS - Friboi pagar cerca de R$ 500 mil como mesada para Temer e outra parte da propina para manter de boca fechada na prisão o então Presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB).

Além destes dois corruptos, outra gravação grampeada pela PF, flagrou o Senador Aécio Neves (PSDB/MG) exigindo e extorquindo a cifre de R$ 2 mi da mesma empresa.

A denúncia caiu literalmente como um bomba sobre o Palácio do Planalto em Brasília. O que de certa forma mantém insustentável a situação política e moral do atual Governo Brasileiro.

Pelo visto, o país continuará mergulhado numa profunda crise sem precedência, cujos desdobramentos serão os piores e imagináveis sobre o que vier acontecer daqui para frente.

No caso do afastamento do Presidente Temer, quem assumirá a vaga do cargo é uma pergunta que  ainda não se tem uma resposta plausível. Uma vez que, o Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ) está mais enrolado que fumo de rolo. Também está citado na Operação Lava Jato por ter recebido a propina de R$ 350 mil em espécie, conforme backup' vindo da Suíça que traz revelações estarrecedoras envolvendo vários nomes de alguns políticos que negaram e juraram não ter recebido propina da empresa ODEBRECHT. 

Sendo impedido de assumir o cargo, provavelmente a Presidenta do Supremo Tribunal Federal - STF - Cármen Lúcia preencherá a vaga por tempo indeterminado até que haja um solução para o emblemático caso de corrupção que assola o Brasil.

Se a Presidenta do STF considerar-se sem forças para manter a governabilidade no país, ela fará usos das atribuições constitucionais convocando as Forças Armadas para assegurar a ordem social e pública até se realize novas eleições gerais. O que sem sombras de dúvida, essa é a hipótese mais provável de vir acontecer, caso a situação venha se agravar ainda mais com o desenrolar dos fatos que a cada dia vem se tornando ingovernável o nosso país.


© Copyright 2008 - Idalgo Lacerda.