Pages

quarta-feira, 30 de abril de 2008

Jackson manda fechar Rádio Timbira e demite o diretor geral Gilberto Lima

O governador Jackson Lago (PDT) usou reforço policial e determinou o fechamento da RÁDIO TIMBIRA, emissora oficial do Estado do Maranhão, após demitir sumariamente o diretor geral que dissera haver supostos pagamentos ilegais a jornalistas. De forma autoritária, e desconhecendo que antiga Lei de Imprensa de nº 5.250/67, foi revogada de acordo com art. 220 da Constituição Federal, cujo parecer do Supremo Tribunal Federal, determina que contra o jornalista só não pode é mandar bater e matar.
Segundo, o diretor Gilberto Lima, que reclamava de falta de recursos até para pagar os funcionários, e que o Secretário Estadual da Comunicação, Zeca Pinheiro, pagava “por fora” a pelo menos dois jornalistas pertencentes a outro sistema de comunicação. Por volta das 10h30, de ontem o governador Jackson Lago telefonou para o diretor da rádio, Gilberto Lima, anunciando a sua demissão. Logo chegou à rádio, a Polícia Militar, representada pelo Chefe da Casa Militar que determinou o lacre dos transmissores da emissora. O governador Jackson Lago alega que a Rádio Timbira passará dez dias fora do ar devido a necessidade de “AJUSTES”.
“Estou chateado é com o tratamento. Eu não merecia isso: ser tirado do ar pela polícia. Ajudei o dr. Jackson a chegar ao poder e o tratamento que eu tenho é esse?! Ladrão tinha aqui antes de eu assumir”, desabafou Gilberto.
Os estúdios da rádio devem ser transferidos para um prédio próximo à Secretaria de Comunicação, ao lado do Palácio dos Leões. Também já foi confirmada a nomeação do jornalista Henrique Pereira para a direção da Rádio, em substituição a Gilberto Lima.

O prazo para apresentação da declaração do IRPF 2008 termina, hoje!!!

Hoje, dia 30 de abril de 2008, quarta-feira, é o último dia para quem vai declarar o Imposto de Renda da Pessoa Física. O site da Receita Federal estará recebendo as respectivas declarações até às 20:00hs de Brasília. Quem declarar fora do prazo pagará multa de R$ 165,00. E muito cuidado para não cair na malha fina do Leão. O Governo Federal espera arrecadar 15% há mais este ano em relação ao ano passado.

Santo vira vereador em Pernambuco e recebe até salário

Santo Antônio é vereador perpétuo de Igarassu e ganha um salário mínimo.
Freira aplica o dinheiro em orfanato; vereadores defendem aumento para o santo.


Em Igarassu, município de Pernambuco, Santo Antônio é mais que o “santo casamenteiro”. Ele ganhou o título de "vereador perpétuo" da cidade, acompanha a sessões na Câmara e recebe até salário por isso.

Na Câmara, uma placa informa que o santo ocupa o cargo de vereador, para que não haja dúvidas. O título não é simbólico. É real: textos de resoluções da Câmara se referem ao santo como "vereador perpétuo".
Dos cerca de 50 mil vereadores brasileiros, Santo Antônio é o único que não precisará fazer campanha este ano para se reeleger, porque o cargo que foi dado a ele é para sempre.

.
Salário sagrado
Mas como pagar salário a um santo? Todo mês, religiosamente, uma freira vai à Câmara para receber em mãos o salário de Santo Antônio. Segundo problema: quanto é que o santo deve receber de salário? Hoje, Santo Antônio recebe um salário mínimo por mês. Mas os vereadores acham pouco.

"O salário pago a Santo Antônio é baixo", defende o vereador Valdemir Nunes "Maguila". O vereador Dílson Siqueira Magalhães concorda com ele: "O salário do santo deveria ser de pelo menos dois salários-mínimos". O vereador Williams Morais pede ainda mais: "Ele merecia ganhar igual um vereador de Igarassu", diz - cerca de "R$ 3,8 mil", segundo o vereador Aristóteles Souza.

"Não me oponho ao pagamento, mesmo sendo representante do Partido Comunista, por conta da tradição cultural e da formação católica do nosso povo. Ele tem uma simbologia no nosso município", afirma o vereador Herbert Bezerra.

.
Investimento santo
A freira que recebe o salário do santo-vereador mostra que aplica o dinheiro na manutenção de uma escola e orfanato.

"Eu nem sei quanto ganha um vereador. Acho que deveria ser a mesma coisa. Mas como não é, nos satisfazemos com o pouco. O pouco com Deus é muito", comenta a irmã Zélia do Agnus Dei, responsável pelo orfanato.
Reproduzido do G1, em São Paulo, com informações do Fantástico

Movimento das senhoras e senhoritas pela proteção do sapato de salto alto em Coroatá!!!

Te cuida, LUÍS DA AMOVELAR!

Um novo movimento que está sendo articulado em nossa cidade, e é exatamente este que você acaba de lê-lo e conhecê-lo: “MOVIMENTO DAS SENHORAS E SENHORITAS PELA PROTEÇÃO DO SAPATO DE SALTO ALTO DE COROATÁ”. Mais uma nova enxurrada de ações deverá recair sobre a Prefeitura de Coroatá, onde altíssimas e pesadíssimas indenizações deverão ser reivindicadas e pagas a peso de ouro às militantes desse simpático movimento. As mesmas estão queixosas devido à quebra constante desse adorno que tanto embeleza e molda os pés femininos coroataenses, que segundo informações, as mesmas não conseguem andar sobre o “ASFALTO” colocado nas ruas de Coroatá pelo prefeito “LUÍS DA AMOVELAR”, que é de péssima qualidade, prejudicando assim, o “GLAMOUR” , o charme e a elegância das mulheres da cidade, inclusive, causando dores lombares e na panturrilha das pernas. E correndo paralelamente, a esse movimento; outros deverão surgir, como por exemplo, movimento dos moto taxistas e dos ciclistas pedindo indenizações, também pela quebra dos tripés e pela queda deste veículos. Um asfalto totalmente eleitoreiro, sem nenhuma qualidade na sua composição, cujas rachaduras são observadas às claras pela população coroataense. Não comentamos ainda, que à época quando foi colocado pelo prefeito “LUÍS DA AMOVELAR” durante o verão cáusticante, o asfalto com três dias após ser compactado já se via o “CAPIM” nascer à margem do mesmo. Será que podemos chamá-lo de “ASFALTO R$ 1.99”, “ASFALTO SONRISAL” ou de “ASFALTO ELEITORAL???”.

terça-feira, 29 de abril de 2008

Bomba! Bomba!

O povo tem memória!!!
Escândalo no programa Compra Local de Coroatá


A gestão do Ex-secretário de Agricultura do Município de Coroatá, o senhor DIOGO GONÇALVES, foi marcada por sucessivas atrapalhadas e escândalos financeiros, no período 01/01/2005 a 03/01/2007. O maior deles foi o conhecidíssimo COMPRA DIRETA LOCAL DA AGRICULTURA FAMILIAR, onde está comprovado através de uma lista que relaciona nominalmente as pessoas envolvidas. Nesta relação de cadastros, consta também, o CPF e as CONTAS CORRENTES dos respectivos “AGRICULTORES”, que na verdade nunca residiram, jamais trabalharam na zona rural do município. Entretanto, receberam ou supostamente ainda recebem, mesmo estando suspenso o valioso Programa do Governo Federal que não manda mais esse recurso para a Prefeitura, devida a sua prestação de contas não ter sido aprovada, quando a parceria do MDS – Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, o FOME ZERO com o MABA – Ministério da Agricultura e do Abastecimento resolveram desativar e cancelar esse recurso de tão grande importância, principalmente à população de baixa renda, que tanto necessita dele.

Vide a relação de alguns nomes dos envolvidos:

Anísio César Cruz Moreira – pov. Eira – cpf nº 006.286.993-01
Antônio Augusto Pinto Marques – pov. Matinha – cpf nº 233.101.543-00
Célia Maria Moreira Miranda – pov. Eira – cpf nº 894.760.933-15
Diego de Sousa Almeida – pov. Marrecas – cpf nº 010.601.503-60
Edmílson Silva Moraes – pov flor do dia – cpf nº 280.899.013-87
Francisco João de Lima – pov. Taboca – cpf nº 332.367.473-15
Jildenir Vieira da Silva Costa – pov. Sítio sta. Vitória – cpf nº 012.518.123-09

Todos têm conta-corrente no Banco do Brasil S/A. Por motivo de garantia não vamos divulgar o número das respectivas contas.

Vergonha Municipal!!!

Foram vistos no último final de semana, circulando pela zona rural e pelos bairros de Coroatá, vários pré-candidatos a vereador pelo lado governista. Entre eles os Professores JOÉLSON, Professor EDMÍLSON BRAGA e Professor BATISTA, inclusive, a esposa deste, abandona a direção da UNIDADE ESCOLAR BAIRRO NOVO AREAL I, para fazer campanha política durante o período das aulas, deixando a direção da escola totalmente abandonada. A distribuição das cestas básicas de alimentos à população é uma verdadeira PROMOÇÃO DE CAMPANHA POLÍTICA ELEITORAL ANTECIPADA, infligindo assim, a resolução do TSE – Tribunal Superior Eleitoral, cujas candidaturas já são passivas de impugnação, logo que forem homologadas em convenção e registradas junto ao TRE – Tribunal Regional Eleitoral. Não temos nada contra a distribuição das cestas, porém somos contra a forma pela qual são distribuídas pelos respectivos pré-candidatos. De forma até discriminatória e vexatória, onde o terceiro suposto Professor fez a entrega de cestas e colchões na Colônia Z dos Pescadores, próximo a Vila Vavá, a entrega só foi realizada, depois de uma prévia seleção criteriosa das pessoas que para lá se dirigiam, isso tudo aconteceu, mediante um fortíssimo esquema de segurança patrocinada pela PREFEITURA MUNICIPAL DE COROATÁ.

Dr. Celso... Outro pré-candidato que retorna ao cenário político de Coroatá!!!

Todos se lembram do Dr. CELSO? Aquele que foi vice do ex-prefeito RÔMULO AUGUSTO? Pois bem, o referido Doutor esteve também presente, no encontro da ABRA – ASSOCIAÇÃO DOS BENEFICIÁRIOS DA REFORMA AGRÁRIA DE COROATÁ, realizado dia 25/04/2008, no auditório do Fórum da comarca de Coroatá. O mesmo na ocasião felicitou e agradeceu aos participantes e convidados, criticou a ausência da classe estudantil de Coroatá que fora convidada por ele, e os queridíssimos alunos não compareceram ao evento, cuja ausência: “Ele não conseguia entender”. E a inusitada surpresa do acontecimento, foi a tão esperada presença do Secretário de Agricultura do Estado, o Senhor DOMINGOS PAES, ex-presidente da FETAEMA e vice-presidente do PSB/MA, que de repente mandou avisar ou desmarcar a sua vinda, pois em meio à viagem para Coroatá acabara de receber um telefonema do GOVERNADOR JACKSON LAGO, e que retornasse imediatamente a São Luís, para apresentar um relatório sobre o andamento da sua secretaria. Muito estranho, não? Ou será que o DR. CELSO ainda não se acostumou com as estranhas forças ocultas, oriundas do Palácio dos Leões; após ter recebido ligações do prefeito LUÍS DA AMOVELAR, para frustrar, suspender a presença do senhor DOMINGOS PAES na reunião da ABRA/COROATÁ? Com a palavra os senhores interlocutores palacianos e os organizadores do evento. ACREDITE SE QUISER, MAS É VERDADE!!!

Ministério Público Estadual da cidade de Caxias!!! Está de parabéns!!!

Após sucessivas denúncias, e já comprovada a participação dos vereadores da Câmara Municipal de Caxias/MA. Eles são acusados de receberem uma espécie de “MENSALÃO” com recursos da Câmara de Caxias. A 1ª Promotoria de Justiça daquela comarca formulou denúncia junto ao Ministério Público Estadual, através de uma ação civil pública de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA, contra os onze vereadores daquela casa. De acordo com as investigações, os vereadores instituíram por meio de uma Resolução Administrativa de nº 01/2006, uma verba indenizatória fixa e mensal no valor de R$ 8 mil reais, para aluguel de imóveis destinados às instalações de apoio político, e pasmem meus leitores; até para realizarem viagens turísticas nos mais diversos paraísos tropicais com direito a “REGA-BOFE”, além do desenfreado consumo de combustível distribuído para os seus apaniguados. E aqui em nossa cidade não é diferente, não é? Aproveitando o gancho, a exemplo de Caxias, as Promotorias de Justiça daqui, deveriam pelo menos fazer uma “FÉZINHA”? Se não vejamos: Aqui tem vereador governista que se licenciou por cento e vinte dias, para tratamento de saúde no “HOSPITAL LITORÂNEA”, remédio prescrito pelo médico; “PEIXE-FRITO, COM ARROZ DE CUXÁ E MUITA LOIRA GELADA”; tem marido de vereadora que de uma hora para outra, surgiu com uma “DISTRIBUIDORA DE GÁS, COM TERRENO PRÓPRIO, CAMINHÃO PARA FAZER A ENTREGA”; vereador com fazenda de primeiro mundo e “VACAS LEITEIRAS NO VALOR R$ 3.700 REAIS CADA UMA”; vereador que tem reserva financeira depositado em “CONTA-POUPANÇA”, ONDE ESTÃO DEPOSITADOS”quase R$ 1.500 milhão e meio de reais, e que “MODERNIZOU BOUTIQUE”; vereador que quando bebe arrota que tem muito “DINHEIRO PARA GASTAR, E QUE CONCLUIU A REFORMA DO SEU PRÉDIO”; vereador que têm filho estudando e treinando no “ESTADO DE SÃO PAULO” com todas as mordomias imagináveis. Será que as Promotorias de Justiça não sabem disso? Depois, eu conto o resto!!!

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Está tudo bem com o Vereador César Trovão, graças a Deus!!!

Foi submetido hoje, 28, segunda-feira, pela manhã em São Paulo a uma cirurgia cardíaca eletiva de alta complexibilidade, o VEREADOR CÉSAR TROVÃO (PV), que acompanhado de sua irmã a ex-prefeita e ex-deputada TERESA MURAD (PMDB). O mesmo se encontra internado na UTI, onde permanecerá por 48 horas para observações médicas. Tudo ocorreu, conforme o esperado. Segundo, o boletim médico expedido pelo corpo clínico o quadro é estável e sem nenhuma alteração, até o presente momento, o Vereador passa bem, onde o seu restabelecimento é aguardado por todos, e será de pleno êxito. Na oportunidade a sua irmã TERESA MURAD, manda um forte a abraço em nome do Vereador.

E o nepotismo em Coroatá?

Quando estava na oposição, o atual Presidente da Câmara Municipal de Coroatá, vereador Zé Filho, apresentou um projeto de lei, onde combatia o “Nepotismo” na administração municipal, talvez embalado pela onda que tomou conta de todo o País, ou até mesmo, querendo valorizar o seu passe na base do fazer valer o toma-lá-dá-cá ao grupo “Amovelista”, que sua ida era importante para o mesmo. Aquela velha história tão conhecida de todos nós: “Mercadoria ruim que viaja para ganhar um melhor preço”. Após, embandear-se para o lado do Prefeito Luís da Amovelar e fazer parte do grupo, o “RESPEITADO VEREADOR” esqueceu a sua bandeira de luta. Passou a elogiar o Prefeito, sempre dizendo que não estava arrependido de estar dando o seu apoio integral às suas ações político-administrativas, e que se for preciso se manterá fiel a ele.
O Nepotismo é a palavra oriunda do latim “NEPOS” quer dizer, “NETO” ou “DESCENDENTE”. É o termo utilizado para designar o favorecimento de parentes em detrimento de pessoas mais próximas dentro dos órgãos públicos, não importando a esfera do Governo. Alguns projetos de lei que regulamentam vários conselhos municipais já aprovados pela Câmara Municipal, simplesmente foram “REFERENDADOS”, na forma da aprovação do “VOTO VEREADOR CALANGO”, só pra balançar a cabeça e tudo “OK!” por eles da base governista. Os conselheiros municipais titulares ou suplentes nenhuns deles foram submetidos ao conhecimento da população e nem da imprensa. Passando por todas as Secretarias do Município e nas entranhas da Câmara, o nepotismo é gritante. Só podemos concluir em nome do povo de Coroatá: “ISSO É UMA VERGONHA!”

“Sou pré-candidato, depois candidato e manterei a minha candidatura custe o que custar. Independente!!!”

Conversando em “OFF”, com o CAPITÃO ALEXANDRE, em recente encontro, realizado em nossa cidade, o mesmo afirmou categoricamente, que é candidato a Prefeito, e não abre mão de ser candidato pela coligação dos partidos políticos independentes de Coroatá. Bastante motivado, pelo fracasso político-administrativo da atual administração municipal, afirma ainda que: “Apesar de ter já sofrido” assédio político por parte do prefeito LUÍS DA AMOVELAR, pedindo que desista da sua candidatura, para facilitar a sua reeleição; o CAPITÃO ALEXANDRE disse: “Que sairá candidato. Está reticente, será resistente e permanentemente a sua candidatura não mudará de rumo, até o dia 05 de outubro de 2008, todo e qualquer boato é apenas especulativo para tentarem de uma forma ou de outra desqualificarem, desconstruírem a sua proposta política junto à população de Coroatá”. Portanto, aos que estão pensando desestabilizar a campanha política do CAPITÃO ALEXANDRE, com insinuações fantasiosas e propostas financeiras descabidas; estão completamente enganados. Vamos esperar pra ver. Palavra de CAPITÃO!!!

2.000 visitas!!!

Mais uma vez obrigado!!!

A credibilidade é uma coisa que se conquista pela transparência e clareza, através das notícias que são veiculadas por este Blog ao divulgarmos a realidade nua e crua sobre política da nossa região. Obrigado a todos vocês, quando atingimos no último domingo à noite a marca de 2.000 visitas em menos de um mês que o Blog está no ar, e assim, esperamos continuar cada vez mais levando a informação em tempo real e virtual aos nossos leitores, só temos que agradecer de coração: “OBRIGADOOOO!!!

domingo, 27 de abril de 2008

Prefeito Luís da Amovelar virou dentista!!!

Você já conhece o CAPS, o SAMU e o CRAS!!! E o CEO, você conhece?

O CEO – Centro de Especialidades Odontológicas é mais um programa social criado e desenvolvido pelo governo federal, através do Ministério da Saúde, em parceria com os Estados e Municípios para implementá-lo junto à população brasileira de baixa renda. Todos os municípios brasileiros são atendidos, e o Governo Federal repassa integralmente, sob a gestão do SUS pela implantação de ações e serviços de saúde, mensalmente para o município de Coroatá a quantia de R$ 50 mil reais, para a conta corrente nº 207462, ag: 2004-4 - Banco do Brasil. Tudo é pago pelo Governo Federal, nada sai do cofre público municipal. Apenas o município tem que estruturar ou construir um prédio, adaptando-o aos padrões exigidos pelo Ministério da Saúde. Comprar os equipamentos e contratar dentistas para executar o programa. A Prefeitura Municpal, simplesmente tem a obrigação de pagar as despesas, e a população o direito de receber o benefício. Vários serviços são realizados, tais como: restaurações, extrações, tratamento de canal, prótese fixa e removível, aplicações de flúor e orientações os pacientes sobre cuidados com a higiene bucal. Todo e qualquer tipo de campanha, como a distribuição dos KITS BUCAIS, que recentemente, inclusive, é fora de ética e imoral, quando o PREFEITO LUÍS DA AMOVELAR foi visto pelos Bairros da Vila Teresa Murad e da Vila Cilene, entregando à população KITS BUCAIS, à qual não está habilitado a fazer. Enfim, como estamos vivendo um ano político eleitoral; “ELE” usa e abusa do poder econômico para auto beneficiar-se, ludibriando as pessoas.

Para as próximas eleições: novidades tecnológicas

Nas próximas eleições, alguns eleitores serão identificados pelas impressões digitais. O TSE - Tribunal Superior Eleitoral, promoverá um cadastro digital de parte do eleitorado brasileiro às eleições municipais de 2008. A iniciativa é da Secretaria de Tecnologia da Informação do TSE, que planeja implantar o novo sistema em algumas cidades como: Mato Grosso do Sul (Fátima do Sul), Rondônia (Colorado do Oeste) e Santa Catarina (São João Batista). O sistema é o da BIOMETRIA, cuja formação da palavra é de origem grega; BIOS (vida) METRON (medida) – é um estudo estatístico das qualidades comportamentais e físicas do ser humano. O termo refere-se principalmente ao uso do corpo (impressões digitais) em mecanismos de identificação. Os aparelhos biométricos funcionam por meio da captura de amostras do ser humano – íris, retina, dedo, rosto, veias da mão, voz e até odores do corpo. Portanto, a partir da implantação do novo sistema, diz o órgão, os problemas de fraudes acabariam.

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Violência

Homem é assassinado brutalmente por dois homens desconhecidos!!!

José Ribamar Gonçalves Pessoa, conhecido popularmente como “Riba da Roçinha”, foi assassinado com cinco tiros a queima roupa, hoje, 24, quinta-feira, por volta das 11:00 hs da manhã, às margens da MA/020, próximo a uma tecelagem, no Bairro da Palmeira Torta, quando dois homens desconhecidos efetuaram os disparos, em seguida, tomaram rumo ignorado, onde os mesmos sumiram pilotando uma moto de cor vermelha. Até o presente momento as polícias civil e militar, não sabem precisar direito os esclarecimentos do crime. Pelo relato das testemundas, tudo aconteceu muito rápido. Apenas ouviram os cinco tiros fatais que ceifaram a vida da vítima, que momentos depois; o corpo foi enviado de ambulância para o IML, em São Luís, para ser submetido à necrópsia. Segundo informações, ditas pelo próprio “Riba da Roçinha”, antes de morrer, o mesmo já havia declarado aos amigos, que morreria assassinado e não temia a morte. Pesava contra “Riba da Roçinha”, alguns assassinatos e imputação de envolvimento com o crime organizado. E que a sua morte deve-se à prestação de contas, junto aos repectivos integrantes da mesma organização.

Buá! Buá! Buá! Buá! Ai!ai!ai!ai! Minha mããããeezinha do céu!

Segundo informações quentíssimas, afirmam que: certo Prefeito da região dos cocais foi visto num determinado momento infeliz à noite, fazendo uma visita surpresa e inoportuna à casa de uma ex-vereadora, e mãe de um “CAPITÃO”, que será provável candidato a prefeito. Quando de repente pergunta ao suposto “CANDIDATO”: - “Meu Capitão, o senhor vai ser candidato a Prefeito” – “Vou”. O Prefeito, deprimido ao ouvir a resposta macabra; entrou no mais completo “DOZESPERO”, e retrucou: “Você não pode sair candidato, CAPITÃO”. – “PORQUÊ?” – “Se você sair CANDIDATO; o RM ganha às eleições!”. Mais que de repente, o CAPITÃO respondeu: “NÃO TÔ NEM AÍ!!! EU QUERO É TER OS MEUS VOTOS”. Assim disse, o autêntico “CAPITÃO”.

O que é o PRONERA?

O PRONERA – Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária é uma política de Educação do Campo desenvolvida em área da Reforma Agrária, executada pelo governo brasileiro. Seu objetivo é fortalecer o mundo rural como território de vida em todas as suas dimensões: econômicas, sociais, ambientais, políticas, culturais e éticas. O Pronera nasceu em 1988 a partir da luta dos movimentos sociais e sindicais de trabalhadores rurais pelo direito à educação com qualidade social. Segundo o delegado sindical da FETAEMA, o senhor Antônio Lopes, em pronuciamento no auditório do Fórum de Coroatá, dia 12/04/2008, durante o seminárioo da FAEME, diss: “não entendo porque os recursos do PRONERA, destinados para a região, que chega ao montante de R$ 12 milhões de reais, ainda não apareceu aqui para essas baandas. É preciso se ter uma explicação que convençam a todos nós, a razão pela qual não se sabe onde esses recursos foram parar”. Moral da história: “depois da busca” e apreensão dos documentos referentes aos convênios firmados entre o governo do ESTADO e a PREFEITURA DE COROATÁ, nos anos de 2005 e 2006 – que de acordo com informações os recursos foram desviados para as campanhas dos candidatos REINALDISTAS.

.
Opinião:
Sugiro que o MP FEDERAL e o MP ESTADUAL façam uma devassa nos convênios firmados entre o INCRA com a PREFEITURA DE COROATÁ e no programa chamado PRONERA. Esses recursos são do SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS para manterem escolas nos assentamentos. O Sindicato de Coroatá – controlado pelo PT – vem recebendo esse dinheiro há vários anos e nunca colocou em prática o programa, com isso vale uma pergunta: onde estão sendo aplicados esses recursos?

Deu no extinto Canal Aberto Pirata Garapa!!! - em 31/01/2008

Em entrevista concedida à TV Canal Aberto Pirata Garapa, ao apresentador “PRUQUÊ”, o vereador BLÁ!BLÁ!BLÁ deixou claramente as ameaças de morte aos apresentadores e radialistas do Sistema de Comunicações da TV Cidade. Isto é, após trinta dias o DEPUTADO RICARDO MURAD (PMDB), visitar a nossa queridíssima Coroatá, onde milhares de pessoas e simpatizantes, na oportunidade o procuraram para cumprimentá-lo e abraçá-lo.Causando assim, um desespero total no grupo político do Prefeito.

Leia na íntegra a declaração:

“Eles têm os apresentadores de televisão e, não me supreende de maneira nenhuma, se por acaso, o RICARDO mandar “MATAR” um desses apresentadores de televisão pra que a culpa possa recair em cima do LUÍS DA AMOVELAR. E nós temos que entrar na justiça, inclusive, para assegurar a “VIDA” deles. Entendeu? Porque o RICARDO é suficiente pra isso, pra pegar... Vocês viram que ao longo desse tempo todo, nunca o PREFEITO fez nada contra essas pessoas que atacaram “ELE”: de manhã, de tarde, de noite, mas como estamos num período eleitoral, e eles viram que isto não surtiu efeito, não custa “EU”, não tenho dúvidas em acreditar, que o RICARDO pode manda “MATAR” “UM DELES”, pra que a culpa possa recair em cima do “LUÍS DA AMOVELAR”. “ENTENDEU?”.

.
Comentários do Blog:

É sabido por todos coroataenses que o referido “VEREADOR” é conhecidíssimo pela prática de ações de violência. Inclusive, nós já comunicamos à justiça, através de uma ação que em breve, o “SENHOR” arcará com todo o ônus, caso alguma coisa aconteça a nossa integridade física e moral, mesmo antes, durante e depois do período eleitoral.

quarta-feira, 23 de abril de 2008

O povo tem memória!!! Prefeito de Coroatá usou notas fiscais roubadas para “esquentar” compra em...

O relatório da fiscalização da Controladora Geral da União (CGU) no município de Coroatá/MA aponta as empresas P S Sousa e Cia Ltda, com sede em Teresina/PI, fundada em Timon/MA, com participação no esquema que desviou mais de R$ 122 mil de investimentos do Ministério da Educação no município, o rombo pode chegar a R$ 16 milhões.

O desvio se deu através de montagem de processo licitatório para a contratação de fornecedor de material de limpeza, destinado às escolas do Ensino Fundamental do Município, com gasto estimado D$ 650 mil.

Na prestação de contas do município de Coroatá/MA, relacionada aos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e Valorização do Magistério (FUNDEF), referente ao exercício de 2005, constam notas fiscais, no total de R$ 626 mil que teriam sido emitidas pela Empresa Remax Distribuidora Ltda.

A referida ata apresenta assinaturas dos membros da Comissão de Licitação e de um pretenso representante da Empresa P S Sousa e Cia Ltda, o qual não foi identificado no processo, nem pelos FISCAIS DA CGU.

A outra empresa, a Remax Distribuidora Ltda, apresentou declaração acompanhada do BOLETIM DE OCORRÊNCIA Nº 3548/2005, de 25/11/2005, da DELEGACIA DA POLÍCIA CIVIL DE TIMON/MA, em que afirma não poder atender ao solicitado em vista de que as notas fiscais em referência terem sido ROUBADAS DE SEU ESTABELECIMENTO.

Dessa forma, a CGU concluiu que as irregularidades acima descritas sinalizam que não foi efetivamente realizado nenhum procedimento licitatório, que os documentos apresentados foram forjados para sugerir legalidade nos gastos. E que o BOLETIM DE OCORRÊNCIA confirma que a PREFEITURA DE COROATÁ comprovou gastos à conta do FUNDEF, no exercício de 2005, com NOTAS FISCAIS ROUBADAS.

Quando as Promotorias de Justiça denunciam; o Ministério Público Estadual atua!!!

O TJ – Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão julga seis pedidos de intervenção em municípios, na sessão plenária jurisdicional desta quarta-feira, 23, seis representações oferecidas pelo Ministério Público Estadual para intervenção do Estado nos municípios de BACURI, ARAIOSES, SÃO JOÃO DO CARU, SÃO DOMINGOS DO MARANHÃO, TIMBIRAS E CAMPESTRE DO MARANHÃO, este último especificamente na sua Câmara Municipal.

Cinco das seis representações são motivadas por ausência de prestação de contas em exercícios financeiros de exercícios anteriores. Já o pedido de intervenção em ARAIOSES é para que seja efetivado o pagamento de precatório devido pelo município.

Constam da pauta do Pleno outros quatro mandados de segurança. Mais uma ação direta de inconstitucionalidade, um inquérito policial, dois embargos de declaração e um incide de inconstitucionalidade.

Caudilhos: Governador e Prefeito!!!

Eu já tinha conhecimento de que a violência em Coroatá tem como referência os partidos políticos dos pedetistas, petistas e outros “pês”. Tem a cor azul e branca como bandeira. Só não sabia que o dinheiro circulante se chamava “LUIZÊTAS” ou “AMOVÊLETAS”. E isto, ficou provado mais do que provado, como dois e dois são quatro, até que me mostrem ao contrário matematicamente. Podemos constatar, quando adentramos em alguns comércios da cidade. Não são todos em geral, porém uma minoria que faz declaradamente, que está sob as proteções públicas do prefeito Luís da Amovelar. Segundo comentários, fala-se que existe até, uma confraria financiada e bancada pela Prefeitura Municipal, e que cada aquilhoado recebe o seu galardão de acordo com o status que possui ou representa no comércio local. É uma espécie de caixa dois, que dá sustentação para alguns comerciantes uma falsa sobrevivência empresarial compensatória. Portanto, não estranhe se você for mal tratado e discriminado ao entrar num determinado comércio desses, e notar que o seu cheque é recusado ou a cor do seu dinheiro pertence à outra simpatia; se você perguntar: o peixe é congelado de poucos dias; a carne é fresca; o pão está quente? Ou simplesmente: “senhor balconista, a data de validade do remédio está expirando?”. Imediatamente, você recebe em tom áspero e grosseiro: “VÁ COMPRAR EM OUTRO LUGAR SE QUISER, PORQUE AQUI EU NÃO LHE VENDO DROGA NENHUMA!”. Não distante do passado, vale lembrar ao povo que o caudilho e fundador do PDT, quando governador pelo Estado do Rio Grande do Sul, na década de 60, imprimiram as “BRIZOLÊTAS”, que era a moeda circulante e imposta pelo então governador. Essa é a marca registrada que inspirou e continua inspirando o governador Jackson Lago, o prefeito Luís da Amovelar e todos que seguem os ideários caudilhescos, ou seja, descumprir, desobedecer às leis constitucionais, jamais!

terça-feira, 22 de abril de 2008

A origem da “herança maldita” foi causada por eles mesmos!!! Porque a escondem?

Nas administrações anteriores, do prefeito Luís da Amovelar não existia convênios entre a prefeitura de Coroatá e o INCRA. Os convênios eram celebrados entre o INCRA e às Associações dos Trabalhadores Rurais nas áreas de assentamentos de Coroatá.

Tais créditos, como: fomento agrícola e recursos para melhoramento de caminho e acesso, construção de pontes, a perfuração de poços artesianos (poços profundos) e a construção de casas para os moradores nas áreas de assentamento. Haja vista, que esses recursos eram depositados nas contas correntes das respectivas associações, inclusive, os mesmos eram manipulados pelo atual Vice-prefeito e Ex-secretário de Obras de Coroatá, que na época presidia o (STTR) Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais que controlava a parte financeira, para quem e como deveriam ser feitas as negociações. Por exemplo; (a compra de alimentação, a aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas, caçamba, e até mesmo, a construção das casas que totalmente, foram superfaturadas os seus valores, a fim de que sua comissão fosse paga).

Citamos ainda, algumas obras onde os trabalhadores rurais ficaram insatisfeitos, devido às imposições determinadas pelos antigos gestores do STTR:

- Poços artesianos e o melhoramento de caminho e acesso, compra da caçamba do P.A. do povoado Pau de Estopa;

- Poço artesiano do povoado Paraíso Comaia – (vila sete de semtembro);

- Compra de tratores para a vila 7 de setembro, Povoado Santana I, Povoado Santana II e do Povoado Macaúba (tudo isso, para que ele pudesse receber a sua comissão via concessionária. Por ter intermediado as supostas negociações de formas irregulares);

- Nas construções das casas para os trabalhadores rurais, o atual Vice-prefeito é quem decidia qual empreiteira que pegava o serviço, pois dali, ele já tinha a sua comissão garantida. Quando ele escolhia um construtor e a comunidade não aceitava, ele gritava esbravejando, dizendo, se não fosse do jeito dele não tinha casa nenhuma, ou seja, tinha que ser realmente o construtor que ele queria.
.
Comentários:

Assim sendo, a “herança maldita” que tanto é propagada em verso e prosa pela imprensa marrom do Prefeito, originou-se à época em que alguns presidentes e diretores sindicais, em parceria e com o apoio do ex-superintendente do INCRA, Raimundo Monteiro dos Santos, que a bem do serviço público foi demitido, e hoje, inabilitado para ocupar ou desempenhar qualquer cargo público, com seus direitos políticos suspensos por atos de improbidade administrativa no comando do órgão. As regras eram ditadas pela alta cúpula petista de Coroatá que sempre procuravam viabilizar as políticas agrárias no município. Porém, mesmo assim o Deputado Ricardo Murad (PMBD), não se recusou a cumprir sua obrigação de político em dá no passado assistência educacional aos povoados da Zona Rural. Os barracos de palha que tantos são pichados, hoje pela atual administração, valem lembrar que não faltaram professores para ensinarem os alunos das citadas localidades. Em cada barraco tinha um professor para alfabetizar uma criança, e diga-se que a merenda escolar era de primeira qualidade, material escolar e didático, fardamento escolar grátis, transporte escolar e revisão médico-odontológica frequentemente. Os professores tinham cursos de formação continuada. Treinados e reciclados periodicamente, através de convênios firmados com várias entidades. Considera-se também, que nas gestões passadas os recursos públicos federais não chegavam com tanta intensidade, como são enviados na atual administração. Coroatá recebe vinte vezes mais recursos para implementar políticas federais, e ainda são malversados, desviados quanto a sua aplicabilidade.

Quanta ignorância juntas!!!

No ultimo domingo deu-me a vontade de saborear um peixe. Fui à peixaria rotulada como, “FRUTOS DO MAR”. Ao chegar perguntei ao suposto proprietário se tinha o peixe pescada-amarela, e se era nova. De repente, o atendente retrucou mal educadamente: -“NÃO! ELA SÓ TÁ HÁ 10 ANOS NO FREEZER, NADA MEU É NOVO”. Calado, observei o argumento desse sujeito que demorou fazer o atendimento, em seguida retirou do freezer o pescado e jogou sobre a mesa. Logo, mais uma vez pensativo, fiz o seguinte comentário: -“CIDADÃO, EU SÓ PERGUNTEI SE O PEIXE ERA NOVO, FAZENDO VALER O MEU DIREITO DE CONSUMIDOR, NÃO É QUERENDO DUVIDAR DAS SUAS PALAVRAS NEM DO SEU PRODUTO, NÃO!”. Com toda ignorância, jamais vista. O sujeito mais que de forma grosseira, rápida e violenta, retirou o peixe da mesa, e disse: -“MOÇO, EU NÃO VOU MAIS LHE ATENDER, NÃO! EU NÃO VOU VENDER COISA NENHUMA PRA VOCÊ. SE VOCÊ QUISER COMPRE EM OUTRO LUGAR!” Então, eu argumentei: “É APENAS UM DIREITO MEU, COMO DE QUALQUER OUTRO CIDADÃO DE PERGUNTAR SOBRE O PRODUTO QUE VAI CONSUMIR”. EU NÃO ESTOU PEDINDO FAVOR A VOCÊ. PARA QUE TANTA IGNORÂNCIA? Depois, é que fui entender o “porquê?” de toda essa atitude violenta por parte do suposto proprietário daquele estabelecimento. Ele é: “LUÍS DA AMOVELAR, MUITO DOENTE E NÃO ADMITE ATENDER OUTRO CONSUMIDOR QUE SEJA RICARDISTA”. Então, que ele coloque numa placa bem visível que só vende peixe para as pessoas que são “Luís da Amovelar”.

Deputado Ricardo Murad (PMDB)

Uma cabeça que não se curva. Uma voz que não se cala.

Sempre combativo, desde que que assumiu a liderança da oposição na AL do Maranhão, o Dep. Ricardo Murad(PMDB) vem incansávelmente e diuturnamente denunciando, avalanches e mais avalanches sobre a corrupção que se instalou paralelamente ao governo Jackson Lago. Isto é, sem se falar das mazelas deixadas pelo ex-governador José Reinaldo Tavares. Um governo perdido que vem dando com os burros na água. Uma sucessiva onda de erros que se alastram por toda administração estadual. É crise na saúde. É o caos na segurança pública. Na educação, alunos e professores insatisfeitos e sempre queixosos por passarem tanto vexame. Diversos convênios foram celebrados com as ONG’s, e não se sabe para onde todo essa dinheirama foi desembocar, através das mais diversas modalidades, cujas justificativas não são as mais convicentes. Para o líder da oposição, Dep. Ricardo Murad: a secretária Euridíce Vidigal, não sabe e não disse o que ainda veio fazer à frente a segurança estadual. O Chefe da Casa Civil, Aderson Lago ditas regras confusas, e intempestivamente oficializa a malversação do dinheiro dos cofres públicos para agradar um pequeno seleto grupo político que mantém uma relação incestuosa e despudourada com o Pálácio dos Leões. Para o Dep. Ricardo Murad: “São convênios e mais convênios sem nenhuma justificativa, tudo feito passando milhões e milhões de reais, quase R$ 400 milhões. Nós temos aqui catalogados e vamos pedir que a CPI no Senado Federal investigue a correta aplicações desses recursos”.

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Luís da Amovelar e Tiradentes: tudo a ver com 21 de abril

O prefeito Luís da Amovelar e Tiradentes, ambos têm tudo a ver com a data de 21 de abril, que apocalipticamente, quando invertido é o número da sigla partidária do PDT que é 12. O primeiro, após ter sido atacado diversas vezes por uma diarréia nervosa e pesadelos quase que diários, o mesmo recorre aos cuidados médicos da cidade, afim de safar-se desta insólita angústia. Ele, não consegue mais ouvir falar em forca ou tamburête, e quando o assunto é CGU acompanhado de PF, a coisa fica mais periclitante. É sabido que o Prefeito vem demonstrando fraqueza e demência em seus discursos, quando se dirige ao povo, e diz: “Ser o prefeito pé no” chão, que veio das camadas humildes e que têm as mãos calejadas de quebrar coco, por ter trabalhado arduamente na roça, e por aí vai com essas palavras de insurreição política que não comove mais povo, que o sagrou prefeito na última eleição de 2004. De uma coisa fique certo caro amigo, o Prefeito só não sabe quem será o “SEU”, Joaquim Silvério dos Reis, o “CALABAR”, o “TRAIDOR” que há muito tempo usufruiu da delação premiada, o mesmo fez uso desse artifício sem saber que mais tarde viria a existir no Direito Moderno. O então traidor suplicou ao barão que falaria, porém queria que anistiasse a sua apenação e ser perdoado as dívidas por ele junto ao fisco, livrando-se assim de vez da forca e vitimando totalmente Joaquim José da Silva Xavier, o “TIRADENTES”, que foi o “Mártir da Independência”. Quando foi enforcado, esquartejado e salgado pedaços de seu corpo sendo arrastado pela cidade do Rio de Janeiro. Enfim, o compromisso e as palavras de Tiradentes, tornaram-no mártir. Enquanto que as promessas e as palavras do Prefeito tornaram-no um verdadeiro traidor, ou seja, um Joaquim Silvério dos Reis das esperanças do povo coroataense.

Vereador César Trovão manda um forte abraço!!!

No último domingo, dia 20, mantive contato com o vereador César Trovão (PV), que se encontra no estado de São Paulo, para realizar uma cirurgia eletiva de alta complexibilidade. O mesmo, já foi submetido a um cateter e aguarda mais uma bateria de exames, a fim de que possa ser operado. Na oportunidade disse que está com muita saudade do povo coroataense e da terra natal que tanto ama. O vereador César Trovão é destacado e conhecido por suas briosas atuações no parlamento da Câmara Municipal de Coroatá, como líder oposicionista, e ainda por ser um profundo conhecedor dos bastidores da política do município. Sempre se destaca pela notória inteligência e pela vasta experiência política que possui. Isto faz com que os vereadores da bancada governista tenham respeito por ele. E nós, que fazemos esse Blog e o programa do mesmo nome, neste curto intervalo da sua ausência, juntamente com o povo coroataense; desejamos ao vereador César Trovão, o absoluto sucesso nessa empreitada pela vida, e que o seu retorno seja imediato ao nosso convívio, prontamente restabelecido.

Desculpas!!! Nossas desculpas!!!

Devido aos problemas apresentados com relação ao nosso link de internet nestes últimos dias, pedimos desculpas aos nossos visitantes e leitores, pela não postagem de algumas matérias no respectivo Blog.
Agradecemos à compreensão de todos. Lembrando que o referido Blog conquistou em um curto espaço de tempo a confiança e a credibilidade dos nossos admiradores.

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Deu no programa impacto 106!!!

Apresentador disse - I:
“A ponte que liga o Povoado do Igarapé Grande ao Povoado Marajá, a menos de um ano foi reformada está praticamente, destruída é... Já antes do meio, deste ano de 2008. E aí é a situação que preocupa. Não é? Tanta a população. O cidadão e a cidadã de caráter e respeito do município de Coroatá, como também as autoridades. É porque a ponte que deveria ser zelada e cuidada por todos termina sendo destruída por uma minoria de pessoas. Acredito que não o tempo, porque o tempo não foi suficiente pra aquela ponte chegasse aquele estágio deteriorado que se encontra né? E. e... A situação realmente seria a construção em concreto que deveria ser feita pelo governo do Estado, infelizmente ainda não foi, né?”


Comentários do Blog:
É isso aí, caro Givanildo Araújo. É preciso redobrar a atenção e sempre cobrar diuturnamente quanto ao descaso das autoridades do executivo. Como bem dizes, em menos de um ano fizeram uma reforma. Gastaram dinheiro e não deu em nada. Agora, colocar a culpa numa minoria de pessoas que destroem a ponte, aí o seu pensamento começa a se tornar confuso e distorcido da realidade, colocando em xeque a sua “independência” crítica. Não concordas?

.

Apresentador disse - II:
“Espero eu, que não seja preciso, a gente reinvidicar tanto quanto foi reinvidicado a questão pra ser recolhido um grande número de lixo que existia ali nas proximidades da Creche, aonde eu passei quase um mês, cobrando todos os dias pra que pudesse ter sido feito a limpeza, né? A coleta daquele lixo. E olha! Que foi um... um... lixo colocado pelo o... o... irmão Nilton, né? E Vereador atuante na Câmara Municipal, né? Cobrava eu, cobrava ele. Passou quase um mês, pra que se... fizesse a “colheita” daquele lixo. Nós esperamos que a situação, pra resolver aquele problema ali no final da Rua Sete de Setembro, não demore aquele mesmo tanto, tá bom? E aí, a gente vai...”


Comentários do Blog:
O bom exemplo começa pelo de casa. Fica veio um representante do povo, um parlamentar colocar lixo no meio da rua do seu bairro. Será que é pelo simples fato de ser uma notória autoridade dá maus exemplos aos municípes? E ele como parlamentar, deveria pelo menos elaborar um projeto de lei, visando orientar a população sobre a DENGUE, que está a caminho. É nisso que dá o povo eleger vereadores sem nenhum comprometimento com a cidade.

E “ele”? Não veio por quê?

Depois de muito ser noticiada à visita do governador Jackson Lago, em Coroatá, através do “Canal Aberto Garapa”, o mesmo, pareceu ter quebrado a cara. Quem perdeu com isso? A população coroataense ou o Prefeito? A população praticamente não perdeu nada. Porém, o Prefeito: sim. Por quê? Porque era apenas uma festa ao “som do me engana que eu gosto”, para inaugurar algumas obras eleitoreiras que foram construídas às pressas, no intuito de mostrar ao povo que o Prefeito tem prestigio junto ao Governador. Tentando assim, passar a imagem de que todas as coisas estão muitíssimo bem obrigadas entre a Prefeitura de Coroatá e o Governo do Estado. E não é assim! Tudo parece estar pintado com bolinhas azuis e brancas; digamos uma falsa calmaria, entretanto, o Governador está na iminência de ser cassado, e o Prefeito de ser preso pela Operação Rapina III, da PF. É esperar pra ver! Ainda há muita água para correr por baixo dessa ponte até às eleições municipais de 2008. Não tenho bola de cristal nem sou adivinhão! Mas quero deixar bem claro aos “amigos”, para que não se decepcionem, à medida que as coisas dentro do mundo da política forem acontecendo. Simplesmente deixo um antigo e sábio conselho aos expectadores: “aos céticos, todo cuidado é pouco. Aos menos avisados toda cautela é boa, e sempre tê-la em dose dupla”.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

Alunos da FAEME atestam: “Cidade Febril e Doente!”

Nossa cidade está febril e doente! Episódio este, checado pelos próprios alunos do curso de Filosofia da FAEME. Dados reveladores e estarrecedores que mostram a realidade teoricamente, tendo como base uma complexa pesquisa de campo que retrata a face nua e crua da nossa cidade, no último seminário realizado, dia 12 de abril de 2008, no auditório do Fórum, desta comarca. Uma amostra feita através de slides, gráficos estatísticos e comentários acalorados, inclusive, na oportunidade estavam presentes o Vereador Walter Santos (PDT), e a Ex-Secretária de Educação do município Profª Arli Gonçalves Diogo, além de contar com a presença de inúmeras pessoas da sociedade civil organizada. Após serem discutidos vários projetos de pesquisa e extensão dos acadêmicos pelos expositores e palestrantes, foram franqueados o uso da palavra aos demais convidados presentes ao evento, aonde cheguei a tecer comentários sobre o assunto ora exposto. Em seguida, o vereador Walter Santos disse: “Tudo o que foi mostrado aqui pelos alunos do curso Filosofia é verdade, porém também, é culpa dos governos anteriores, e desse atual governo do município! Aqui, eram para estar presentes, no dia de hoje, o Secretário de Educação, o Secretário de Saúde, o Secretário de Comunicação, um representante das Promotorias de Justiça e de outras autoridades constituídas do nosso município...”. Temas como: Meio ambiente e os Impactos Humanos; Sociedade – Outro Modelo é Possível; Produção e Desenvolvimento Sustentável; O Papel das Comunicações na Formação da Nova Mentalidade e Economia Sustentável. Excelência de vida e Elevação dos Níveis de Economia. A canção inglesa, “Earth Song” cuja tradução é “A canção da Terra”, foi declamada. Em um dos refrões que se enquadra muitíssimo bem em nosso município é o seguinte: “Queimadas apesar dos apelos - (E de nós?)”. Um hábito cultural herdado dos primeiros habitantes do Brasil. O sistema de queimada ou coivara que até hoje, o homem do campo utiliza na agricultura de subsistência, e que há muito vem prejudicando o meio ambiente em toda a região dos cocais. O lixo urbano é o maior causador das contaminações dos nossos mananciais de água potável, podendo até desencadear um surto de dengue. Desta vez não se trata de previsões sem fundamento. As mazelas e falta de vergonha no trato com a coisa pública, é mais do que “verdade inconveniente”, é uma triste realidade. Os seus efeitos já se fazem sentir na crescente imprevisibilidade, gerando-nos a era da incerteza. O destino da nossa cidade é o nosso destino. Estamos presos a Cidade e ela passa, temporariamente por uma administração turbulenta e confusa. Cheia de vícios e erros que não podem ser continuados.

Lista do “Monstro da Amovelar"

Acredite se quiser - I

Aos incrédulos de plantão que não acreditam no Informativo que circula por nossa cidade, desde as primeiras horas do dia 15/04, trazendo a relação nominal dos prováveis demitidos pelo prefeito Luís da Amovelar. É muito fácil confirmar! É só ir lá, à 1ª Vara de Justiça da Comarca de Coroatá, dar o nº do processo 355/2005, onde tramita a Ação Civil Pública.

“Requerente – Ministério Público Estadual, Requerido – Município de Coroatá, Oficial de Justiça Wibson, cuja Autuação data aos quinze (15) dias do mês de setembro do ano de dois mil e cinco (2005), em Cartório, autuo os documentos que adiante seguem. Eu, Célia Ribeiro da Silva, Secretária Judicial, subscrevi.”

Agora, se você tem um amigo, um parente, um conhecido que consta na relação dos funcionários instáveis ou irregulares; é só verificar o nome e onde está lotado, respectivamente, à qual Secretaria trabalha. E ainda, as folhas do referido processo estão todas rubricadas pelo Senhor Prefeito do Município, quando à época baixou o Decreto de nº 183/05 de 01/09/2005, oficializando todos os servidores em situação irregulares, ora afastados pelo citado decreto.
.

Acredite se quiser - II

A bem da verdade, chegamos à conclusão: porque será que os incrédulos estão sendo pagos a peso de ouro para desviar à atenção de todos os servidores municipais? Será porque que tais “elementos” desejam que este Prefeito seja reeleito? O fato é fato real! Não há argumentos que justifiquem essa atitude tirana e insana do Prefeito em demitir 2.097 pais e mães de família. Pessoas que dedicaram às suas vidas, trabalhando arduamente para o engrandecimento do município de Coroatá. Alguns servidores até, já estariam prestes a conquistarem o seu tempo de serviço, sonhando com a sua aposentadoria. Agora, se vêem encurralados, constrangidos e deprimidos em função desse pesadelo que ronda o lar de cada servidor.

Deu no programa Impacto 106!!!

“Seu Secretário, vambora mandar arrumar, ali o finalzinho da Rua Sete de Setembro, no Bairro da União. Viu! Já chegando, ali na Rua da Palmeira. Muitas pessoas já caíram ali naquele trecho, viu? Isso é... de bicicleta! É... as pessoas chegam, passam ali terminam derrapando e... e... caindo, viu? E aí chegam até se adoecer, se ferir pelo um pequeno descuido da Secretária de Obras. Dava para resolver aquele problema ali, sem grandes dificuldades, sem muito trabalho, viu? Ali cerca de uma, duas, três caçambadas de piçarra no máximo dá pra resolve o problema, viu? E aí vossas excelências é... não fazem isso, e termina cidadão, cidadã do nosso município se adoecendo ali pela uma falta de cuidado que vossas senhorias deveriam ter para com os nossos municípes...”

Comentários:
Prezado, Givanildo Araújo sugiro ao amigo que faça uma comparação mais perfeita. Abordando o desperdício do dinheiro público do município; que a obrigação do político é a de fazer; e o da população o direito de receber. Por exemplo, porque colocaram trezentas caçambadas de piçarra no terreno da CSU, simplesmente para atender uma minoria que se diverte, brincando de MotoCross em pleno inverno, enquanto os moradores da Vila Vavá agonizam em meio a tanta desgraça.

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Por que queriam comemorar o aniversário de Coroatá, no dia 12?

É tudo muito fácil, simples e rápido para o povo compreender. O prefeito Luís da Amovelar, ainda bastante temeroso e desconfiado com o seu mau desempenho junto à opinião pública, e pelos últimos acontecimentos no mundo político, tenta disfarçar o seu baixíssimo índice da sua popularidade, aliando-a a péssima imagem do governo Jackson Lago, no afã de que sejam confundidos as vaias e aplausos, quando forem recebidos por populares. Na oportunidade, dirijo-me aos “vereadores amovelistas”, que elaborem um projeto de lei mudando a data festiva de 08 de abril de 1920, para 12 de abril de 1920 para atender aos apelos dos fofoqueiros de plantão ou dos conselheiros pensantes que integram os seus governos. Então, analisamos as incríveis coincidências e chegamos a seguinte conclusão: que há um desespero total e tresloucado para empurrarem na goela da população, esse apocalíptico e cabalístico número que é a sigla dos pedetistas! Vamos pensar juntos? O PDT é 12, e ambos pertencem à mesma legenda que é 12! A placa do carro do prefeito é NHK 1212, São Luís-Ma. O último sábado foi dia 12! Agora, só faltou listar 12 prováveis obras para inaugurá-las. Portanto, estão debaixo na avaliação popular.

“Ajoelhou, tem que rezar”

O Prefeito discursava num determinado lugar, enaltecendo o seu governo: “meu governo foi o que mais trabalhou. Que mais obra construiu. Todo o dinheiro enviado pelo Governo Federal, pelo Governo Estadual na forma de convênio está nas Praças, no Mercado Central, nos Postos de Saúde, na ampliação das escolas, na compra da Vila Vavá. Portanto, meus amigos e minhas senhoras aqui presentes; tenho a consciência tranqüila. Nem insônia, nem pesadelo eu tenho para com meu povo. Eu apliquei todo o dinheiro devidamente de maneira justa. E aqui em Coroatá, se pensarem que o povo é “BESTA!” O POVO, não é “BESTA”, não! Quero finalizar, dizendo que aqui dentro do bolso desta calça, não tem DINHEIRO sujo. Eu não sou corrupto, NÃO!” A pequena platéia já inqüieta e impaciente, para que tudo aquilo acabasse. Quando sem mais pra que... Mas que de repente surge um cidadão lá do meio e aos gritos protesta: - “PREFEITO”! “PREFEITO!”. “É CALÇA NOVA, É CALÇA NOVA SEU PREFEITO”! E a platéia dá uma tremenda gargalhada.
Moral da história: É... Realmente o povo não é BESTA, não!

terça-feira, 15 de abril de 2008

Tributo à Coroatá

Neste dia, ao despertar quero desejar-te e abraçar-te e dizer-te: em viço, em choro. Com o coração contrito e partido, quase alheio. Em meio a tantas tristezas e poucas alegrias. Espero vê um belo e um largo sorriso estampado na cara do nosso povo. E apesar dos pesares, ainda pensardes o que dizer dos inúmeros erros e dos pouquíssimos acertos acometidos pelos seus atuais políticos algozes e feitores. Venho encimar minha declaração de amor e paz. Sem bolo, sem vela, sem banda, sem foguete e sem vinho, quero içar a bandeira e ouvir o hino. Quiçá! Quiçá! Parabenizar-te, pelos seus oitenta e oito anos que se completaram. Como um noviço, não me estranha ser um filho adotivo, suplicando as tuas entranhas maternas, e quão sou tão rebelde! Sou aprendiz! Aprendi e me apreendi ao seu encanto urbano. E é preciso louvar e amar a cidade, acima de todas as devoções à qual tenhamos que fazê-las para termos o pão nosso de cada dia. Porque aqui é o lugar de todos nós! Onde nascemos, crescemos, vivemos, trabalhamos, moramos, estudamos, morremos, semeamos, herdamos e plantamos a piteira ou agave, que se originou duma só mistura toda essa beleza que matiza em cores, gerando as mais diferentes raízes e controvertidas paisagens. Que permanecerão submersas e imersas nesta terra, e do pó brotarão outros rebentos. Embora, entristecido sinto n’alma e, em meu coração, e de toda minha gente, e ter que pensar único penar. Não temos nada a comemorar, nesse breve espaço de tempo. São postados três anos, três meses e oito dias e horas insólitas e incômodas. Olho para o firmamento, e contemplo perplexo - cronômetro esse escasso relógio do tempo que se dá por perdido, contudo pode ser revertido. Que registra a marca de uma cicatriz aberta que procura a cura para todos os males, que brotam do nada, e que surgem do espanto, e somente a força do canto que chora e sopra das bocas murmúrios e dos olhos espantados, mulheres grávidas e crianças barrigudas, que estendem as mãos querendo, pão! Que tentam fazer ancorar essa nau perdida. Que veleja e viaja. Sem proa e leme. Sem rumo e rota. Qual é a nova direção? Se estiverdes desgovernada, vai singrando rio afora e rio adentra, que necessita com urgência, ser redirecionada pelo seu verdadeiro capitão-mor.Que a enseja! E assim, retornando-a ao seu cais, para em breve, entre brumas e espumas aportar, novamente em seu porto seguro, para ancorar, não desancorar, jamais! Enfim, todos os homens, mulheres, filhos e crianças, não importa o credo, religião, o sexo, a cor e a raça, agonizam e pedem S.O.S – Save Ours Souls. SALVEM AS NOSSAS ALMAS, POR FAVOR!

1.000 acessos!!!

Obrigado internautas pela marca
.
Agradecemos aos nossos colaboradores e aos internautas pela marca já registrada de 1.000 acessos em menos de dez dias que foi lançado o Blog do programa Coroatá em Debate, obtendo em média cem visitas diárias.
O Blog tem como objetivo, fornecer a comunidade de Coroatá as mais diversas informações, dentre elas: a política, a educação, a saúde, a segurança e todo e qualquer assunto que o cidadão tem direito de saber de forma esclarecedora, em cima da notícia, em tempo real e virtual.

Atenção! Atenção!!! Coroatá! Coroatá!

Servidores Públicos Municipais de Coroatá e seus familiares

Demissões à vista! Demissões em massa! Se você é servidor público municipal procure imediatamente vê se o seu nome consta na listagem dos servidores demissionários da Prefeitura Municipal de Coroatá. O Prefeito elaborou uma lista, e essa lista, é conhecida como a lista do “Monstro da Amovelar”. Prefeito joga 2.097 pais e mães de família no olho da rua. Para o “Monstro da Amovelar” a Prefeitura de Coroatá tem apenas 98 funcionários. Verifique se o seu nome está na lista dos “Funcionários Estáveis”, respectivamente com a data de sua admissão. A relação nominal dos servidores em situação irregular, afastados pelo decreto nº 183/05 de 01/09/2005, lotados na Secretaria de Administração, Secretaria de Comunicação, Secretaria de Finanças, Secretaria de Desenvolvimento Social, Secretaria Gabinete do Prefeito, Secretaria de Obras, Secretaria de Desp. e Lazer, Secretaria de Agricultura, Secretaria do Governo, Secretaria de Saúde e Secretaria de Educação.



Atenção! Atenção!!! Coroatá! Coroatá!

Moral da história, servidores de Coroatá!

Há bastante tempo eu vinha debatendo na TV e no rádio sobre a provável realização do concurso público de Coroatá, como medida eleitoreira articulada diabólicamente pelo grupo do Prefeito Luís da Amovelar, sabendo que perde as eleições municipais de 2008, resolveu agora, dizer de uma hora para outra que o município só tem apenas 98 funcionários regulares na administração pública municipal. É simplesmente, uma jogada tramada por Ele e por seus assessores, no afã de realizar esse concurso para admitir novos servidores, tudo através de cartas marcadas e divididas igualitárimente com os vereadores governistas que dão sustenção a todo esse desmando político-administrativo que vem acontecendo nesta administração aloprada. O Prefeito pensa que fazendo o concurso público, Ele ganhará fácilmente as eleições municipais de 2008, e reelegerá a mesma bancada de vereadores, para continuar toda essa maracutaia na administração do município. Portanto, senhores servidores municipais está na hora de protestar e buscarem os seus direitos adquiridos. Pensem! Os senhores servidores possuem famílias, e se todos forem demitidos, de que suas famílias irão sobreviver? É hora da resistência, da união e da força. Protestem vêementemente. Procurem as Promotorias de Justiça de Coroatá, e todo e qualquer órgão da justiça para protegerem os seus direitos.

Por que as Promotorias de Justiça de Coroatá não atuam?

Conheçam casos, em que, Promotorias de Justiça têm autonomia para desempenhar as suas obrigações.

1º caso - A 1ª Promotoria de Justiça do município de Grajaú ajuizou ação civil pública por ato de IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA e ofereceu denúncia penal contra a ex-prefeita Maria Bernadeth Nogueira dos Santos Cerqueira, e o ex-vereador Clesiomar Martins Viana por irregularidades na prestação de contas referentes ao ano de 2002.

2º caso - A Promotoria de Justiça do município de Penalva, através do Dr. Carlos Róstão Martins Freitas ajuizou ação civil pública, com pedido de liminar, o órgão solicita além da interdição, a demolição do estabelecimento e a construção de um novo matadouro.

3º caso - O prefeito de Paço do Lumiar, Gilberto Aroso, e o presidente da comissão de Licitação Permanente do município, Roberto Campos Gomes, estão sendo acionados pelo Ministério Público por ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA, por causa da montagem de processos de licitação que eram publicados apenas na versão do Diário Oficial do Estado (DOE) na Internet.
A ação civil pública é o resultado do trabalho conjunto do titular da 1ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE PAÇO DO LUMIAR.

4º caso - A Promotoria de Justiça de Cândido Mendes, ajuizou ação civil pública para obrigar a Prefeitura de Godofredo Viana, termo judiciário daquela comarca, a garantir condições adequadas de funcionamento do Conselho Tutelar do município.

5º caso - O Ministério Público Estadual, ajuizou ação civil pública contra a Prefeitura de Esperantinópolis por falta d’água, cuja população não recebe água em casa. A polulação indignada, segundo A PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA CIDADE, continua a receber água, em dias alternados, de forma descontínua, somente por poucos minutos ou horas. A situação de desabastecimento no município é grave e expõe os consumidores à contaminação por doenças, prejudicando, inclusive, o uso da água para consumo e higiene.

6º caso - O Ministério Público Estadual interdita matadouro de Timbiras, através de uma ação civil pública, com pedido de liminar, em ação conjunta com a PROMOTORIA DE JUSTIÇA. “Pois, apresenta-se em estado de péssima condição de conservação, sendo animais abatidos sem qualquer fiscalização, em detrimento de condições de higiene e sem prévio exame do animal a ser abatido”, dizia a justificativa na ação. A PROMORIA DE JUSTIÇA, também há alguns dias, confiscou e apreendeu cinco bois que foram abatidos clandestinamente, e que estavam sendo vendidos à população. Foram recolhidos para a Delegacia de Polícia, e lá foi jogada creolina, depois incinerados.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça do Estado.


Comentários

Entenda cada caso acima descrito, e tente compreender as razões pelas quais, as Promotorias de Justiça de Coroatá não atuam nem agem. Não fazendo prevalecer os direitos do cidadão coroataense. Demonstram uma certa apatia, quanto a sua operacionalização em detrimento de quem? Todos nós sabemos que as Promotorias de Justiça têm que fiscalizar e empregar as leis, e se as mesmas estão sendo devidamente aplicadas. Será que em nenhum dos casos, ora citados não se enquadrariam em nosso município? Eis a pergunta que faço cidadão Coroataense, e que leva você a pensar, refletir e meditar antes de respondê-la. A bem da verdade, há bastante tempo que não se vê uma “açãozinha” sequer por parte das Promotorias de Justiça, que o povo e a imprensa tenha tido conhecimento nestes últimos anos. Apenas, recentemente foi realizada uma ligeira e apagada inspeção no HCC – Hospital das Clínicas de Coroatá, e segundo informações dos próprios funcionários, é que mesmo assim, foi monitorada e orientada pelo diretor daquela casa de saúde, onde somente, foram tiradas as fotos que interessam à administração municipal, ou seja, a parte que não comprometa a administração pública, consoante à denúncia formulada ao Ministério da Saúde, ou seja, da parte que aparentemente parece ser limpa, e do outro lado, esconderam toda a sujeira para debaixo do tapete, à qual convive amontoada entre os servidores e pacientes. São de conhecimento de todos os Coroataenses; que aquele hospital onde foi referência nas administrações anteriores está no mais completo abandono. Nem os lençóis para cobrirem as camas, os pacientes têm direito; ratos e baratas se misturam e transitam por todos os lados; a caixa d’água não é limpa há meses; falta de medicamentos é constante, pois quem precisar receber, têm que comprá-los nas farmácias. Quanto ao atendimento médico é pela hora da morte. Os médicos e os enfermeiros chefes ganham uma fortuna para tratar mal as pessoas quando necessitam dos respectivos cuidados. Quanto ao apoio logístico? As ambulâncias encontram-se totalmente sucateadas. Quando não têm pneus, faltam peças de reposição, e ainda, ameaçam e condenam os motoristas de demissão acusando-os de roubarem as peças das mesmas. Enfim, o Prefeito, o Secretário de Saúde e os Diretores não querem assumir o total descaso e a mais completa irresponsabilidade, e as Promotorias de Justiça de Coroatá fazem vista grossa para tudo isso. É aquele ditado popular que diz: “Na terra de sapo, de cócaras com ele”.

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Processo de cassação do Governador Jackson Lago avança

Pegou mal para o governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT), que três das seis testemunhas que arrolou em sua defesa na Justiça Eleitoral tenham caído fora do processo, certamente com receio de meter os pés pelas mãos e acabar desservindo à causa que gostariam de ajudar. É um claro sinal de fraqueza e até de uma certa indecisão na defesa.

Os advogados da coligação do governador — “Frente de Libertação do Maranhão” — brigaram no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para que lhes permitissem aumentar de seis para nove as testemunhas da defesa no processo em que a coligação de Roseana Sarney (PMDB) tenta lhe cassar o mandato. O tribunal negou.

Nas audiências de sexta-feira e sábado no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) quem queria nove só se mostrou capaz de levar três. Os outros três, dos seis autorizados pelo TSE, azularam sem nenhuma explicação oficial.

Além do jornalista Lourival Bogéa — o “Doutor Mentira” do Jornal Pequeno — escafederam-se o prefeito de Caxias, Humberto Coutinho (PDT), e o vereador Carlos Santana Filho, de João Lisboa (MA). Este último foi preso em flagrante pela Polícia Federal, no dia da eleição, quando transportava um pacote de dinheiro, material de propaganda e uma lista de eleitores para pagar. Confessou tudo à PF, embora mais tarde tenha negado.


Nova oitiva deve ter testemunhas de João Alberto

O advogado Heli Dourado, da coligação "Maranhão-A Força do Povo", explicou ao blog porque achou "excelente" o TSE ter permitido que o vice-governador Luís Carlos Porto (PPS) tenha o direito de indicar mais seis testemunhas no processo de cassação do governador Jackson Lago (PDT).

Invocando os princípios da plausabilidade e proporcionalidade, espinha dorsal do estado democrático de direito, ele está solicitando ao TSE que também permita ao candidato a vice-governador João Alberto (PMDB) indicar seis testemunhas.

"Em Imperatriz, a gente só pôde arrolar uma testemunha da compra de votos. Agora poderemos arrolar outras. Serão mais provas conta o Jackson Lago", afirmou.

O pedido foi feito ao ministro Carlos Ayres Britto, que deve levá-lo ao Pleno do TSE. A nova oitiva deve acontecer em 30 dias.

Depois disso, voltam-se as vistas de novo para o TSE, sede do processo (o TRE foi apenas encarregado de ouvir as testemunhas). O julgamento do recurso contra a diplomação de Jackson deve ocorrer em agosto, no máximo em setembro.

Se Jackson for cassado, Roseana assume antes da eleição municipal de outubro. A versão de que teria que haver nova eleição do governador do Estado, divulgada no blogue do ex-governador José Reinaldo, não parece bem fundamentada.
.
Reproduzido do Blog do Jornalista Walter Rodrigues mais informações do Blog do jornalista Décio Sá

Atenção, juventude!!!

Êta! “miguelença”!!! Cuidado para não embarcar outra vez nesse “trem”, principalmente quando ele não pára de apitar.


Aproveitando o gancho, baseando-se num programa do Governo Federal, e no afã de tentar justificar o embuste e a mentira dos “11 MIL EMPREGOS” à juventude de Coroatá, prometidos na última eleição de 2004, quando então candidato a Prefeito, o Senhor Luís da Amovelar, vem tentando de forma desesperadora, seduzir e aliciar mais uma vez as classes estudantis do município, criando a Secretaria da Juventude e Esportes. O discurso, é que irá trazer cursos profissionalizantes para treinar e qualificar a juventude, para que ela possa ingressar no mercado de trabalho. Porque somente, agora? Basta acordar! Estamos eminentemente no ano eleitoral. Esta é a única resposta mais acertada. Hoje, assistindo a tudo isso. Volto a meus tempos de estudante. Lembro-me da música que ganhou uma projeção clássica nos movimentos estudantis, composta por Geraldo Vandré: “Pra não dizer que não falei das flores”, ou porque não dessa de Taiguara; “Que as crianças cantem livres”, ou ainda de Bob Marley; “No woman no cry”. Outra grande expressão desse ativismo estudantil, e nos anos 70, vale lembrar as letras ousadas de Raul Seixas, como em “Sociedade Alternativa”. Nas décadas de 1980 e 1990 foi a vez das bandas The Police, The Gênesis, Pink floyd. A Legião Urbana, liderada pelo Renato Russo, se imortalizou com a canção Geração Coca-Cola, e a Plebe Rude com O Concreto Já Rachou. Quem não se lembra da banda Barão Vermelho, que tinha como líder, o saudoso Cazuza, que criticou o país e a sociedade de forma ácida nos versos de “Brasil e Burguesia”. E o Milton Nascimento? Que à época com a sua canção “Coração de Estudante”, que foi o hino da Nova República. Até hoje, quando toca lembra-nos a morte de Tancredo Neves e a queda do presidente Fernando Collor de Melo, que em 1992, os caras-pintadas de verde-amarelo foram às ruas de todo o País, pedindo o seu impeachment, e aconteceu! De lá para cá sucessivos casos de corrupção afloraram por toda nação brasileira, e não vimos mais os nossos estudantes caras-pintadas protestarem de jeito algum, exigindo o cumprimento das leis. Recentemente, no Tibet os monges e a juventude querem a sua libertação às vésperas da abertura das Olimpíadas de 2008. Cadê os nossos representantes estudantis coroataenses? Onde está a classe estudantil? Vocês têm o conhecimento e privilégio do saber e a obrigação de saber, que este sistema ora implantado, aqui em nossa cidade só continuará, se vocês mesmos não procurarem unir forças para desalienar da sociedade em que vivemos essa corrupção imperativa e tempestiva. Vamos recordar um trecho dessa música, que marcou vários movimentos estudantis! Antes, porém, estudantes coroataenses, lembrem-se: “separados somos apenas um ponto de vista, unidos venceremos e seremos uma só voz, numa só força”. Vocês devem procurar ouvi-la e analisá-la.

Leia:

“Apesar de Você” – Chico Buarque

Hoje você é quem manda
Falou, tá falado
Não tem discussão, não.
A minha gente hoje anda
Falando de lado
E olhando pro chão.
Viu?
Você que inventou esse Estado
Inventou de inventar
Toda escuridão
Você que inventou o pecado
Esqueceu-se de inventar o perdão.
Apesar de você
Amanhã há de ser outro dia

domingo, 13 de abril de 2008

Sob as bênçãos divinas, sim! Sob as proteções públicas, não!

Há um bom tempo venho observando a utilização despudorada da igreja em favor de benesses politiqueiros na Região dos Cocais. No ato de desaprovação patrocinado pelo Prefeito Luís da Amovelar (PDT), Deus Nosso Pai Eterno e Todo Poderoso sentou-se à mesa com Lúcifer e se esbaldou em orgia – pelo menos nas figuras de alguns líderes religiosos tendenciosos. Foi ou foram assinados convênios de total heresia. Certamente não agiram em nome de Deus e muito me custa acreditar que os altos escalões das referidas instituições religiosas apóiem e abonem o movimento organizado por um governo que vem sendo alvo, e constantemente denunciado por fraudes e mergulhado no mar de corrupção. Flagrado surrupiando e desviando o dinheiro da Secretária da Educação, do INCRA, do CRAS e dando sinais de riqueza.

Tanto que a cúpula da Igreja Católica, nem tomou conhecimento da Conferência dos Religiosos do Brasil, CRB-Regional São Luís, reunida em assembléia nos dias 14 a 16 de setembro de 2007, e a Conferência dos bispos do Brasil do Maranhão (CNBB-NE5), reunida no dia 14 de setembro de 2007, compartilham a indignação da maioria dos brasileiros, diante dos freqüentes acontecimentos de CORRUPÇÃO, IMPUNIDADE E VIOLÊNCIA presenciados nos últimos tempos. Discordamos da forma corporativista com que são habitualmente tratadas as suspeitas e denúncias contra aqueles que receberam do povo o poder para legislar e governar em seu favor.

Junto com o Povo de Deus, reunido nas suas comunidades e organizações, defendemos a ética e democracia que levem em consideração os anseios e esperanças que nutrem a caminhada por justiça, eqüidade e transparência. Em raros contatos que mantive com os representantes e autoridades religiosas do município, quando perguntados por mim, sobre a corrupção, violência e impunidade. E se a Diocese de Coroatá não tem conhecimento de todo esse alopramento político-administrativo que ocorre em nosso município, os mesmos procuram imediatamente desviar, mudar de assunto o qual lhe fora perguntado. Observamos que muitas das vezes, os temas levantados pela própria igreja são simplesmente dirigidos e resolvidos em reuniões às portas fechadas. Na teoria é de um jeito, na prática esqueçam tudo, pois não é pra se resolver nada. Na perspectiva das eleições municipais, que se realizarão em 2008, conclamamos todos os cidadãos e cidadãs a considerar com especial atenção o projeto político que os candidatos defendem e os princípios éticos que transparecem em toda a sua atuação sócio-política anterior. Quem costuma corromper as eleições com promessas ou compra de voto, demonstra que continuará corrupto se eleito for. Estamos presenciando as conseqüências disso na precariedade dos sistemas de saúde e de educação, no trabalho escravo (corte de cana), no aumento constante da violência, no desvio de recursos públicos e outras calamidades que atingem a vida do nosso povo.


E com as igrejas evangélicas, também não é diferente!

Elas devem também uma explicação aos seus fiéis. Não é de hoje que as relações incestuosas de setores da igreja deixam indignados milhares de fiéis que não aceitam a Louvação transformada em um balcão de negócios. O silêncio do pastor talvez seja compreendido como um gesto de prudência. Há esperança de que o pastor estivesse tentando resgatar seus irmãos da perdição. Essa presença gritante de alguns pastores e irmãos pode ser um sinal de aprovação às heresias. Enfim, se as cúpulas das igrejas de Coroatá não se manifestarem, eu vou entender como aprovação às irregularidades e as irresponsabilidades praticadas pelo prefeito com o dinheiro desviado do cofre público municipal, e assim, as chagas de Jesus Cristo na cruz estarão sangrando novamente.

Processo de cassação do Governador Jackson Lago

Audiência de testemunhas
Humberto Coutinho foge do TRE para não depor no processo de cassação do governador Jackson Lago

A exemplo do que já havia feito o jornalista Lourival Bogéa, o prefeito Humberto Coutinho (Caxias) e o vereador João Meneses de Santana (João Lisboa) fugiram do TRE para não prestarem depoimento no processo de cassação do governador Jackson Lago (PDT).O jornalista, o prefeito e o vereador foram arrolados como testemunhas da “Frente de Libertação do Maranhão”. Lourival sequer apareceu na sexta-feira para se apresentar ao juiz Carlos Santana.Humberto Coutinho e João Menezes chegaram a se apresentar, mas usaram o fato da audiência ter sido adiada para este sábado para sumirem do TRE. Eles ainda chegaram a ser vistos na sede do tribunal hoje (sábado, 12) pela manhã. No final da tarde, no entanto, eles não foram mais localizados. O deputado-advogado Flávio Dino (PC do B) propôs a substituição das três testemunhas que fugiram para não depor, mas a coligação “Maranhão - A Força do Povo” não aceitou a manobra.Eles seriam substituídos pelo médico Paulo Facundo Neto (Grajaú), pelo motorista Pedro Alves de Sousa (João Lisboa) e pelo advogado Naldson Luís Pereira Carvalho (Caxias).Oficialmente a desculpa para a ausência do prefeito e do vereador foi o fato da audiência ter sido prorrogada para este sábado. No entanto, pelo menos no caso de Humberto Coutinho, recém filiado ao PDT, ele teria sido orientado por Flávio Dino a tomar um chá de doril. "O Heli Dourado vai acabar contigo", teria dito.Seria uma estratégia da defesa para evitar que o caso inclusive respingasse no próprio deputado, que foi apoiado pelo prefeito. Na sexta-feira a testemunha Fernando de Jesus Lima Oliveira, morador de Caxias, citou Flávio Dino como beneficiário do esquema de distribuição de convênios eleitoreiros feitos pelo ex-governador José Reinaldo (PSDB), cujo objetivo era patrocinar os candidatos da “Frente de Libertação do Maranhão”.O advogado Heli Dourado trouxe todas as testemunhas que haviam prestado depoimentos sexta-feira para acompanharem a audiência hoje. O objetivo era que eles fossem acareadas com as testemunhas do governador. Talvez tenha sido esse um dos receios do vereador e do prefeito em participar da oitiva.Os advogados da coligação "Maranhão-A Força do Povo" estavam com todos os dados da votação de Flávio Dino no Maranhão, principalmente em Caxias, para fazer questionamentos a Humberto Coutinho. Seria mais um constrangimento que o advogado do governador iria passar no TRE.No caso do vereador de João Lisboa, ele foi acusado de comprar por R$ 100 (duas notas de R$ 50) o voto de Wuiara Cristina Rodrigues, também presente para uma possível acareação com João Meneses de Santana
Depoimentos
A audiência deste sábado começou com o depoimento do deputado Julião Amim. Depois foram ouvidos a ex-secretária Helena Duailibe (Saúde) e o ex-prefeito Milton Gomes (Grajaú).
Reproduzido do Blog do Jornalista Décio Sá

sábado, 12 de abril de 2008

Entre amigos...sempre acontece uma gozação!!!

Dois amigos estão tomando umas e outras “loiríssimas geladas”, num determinado barzinho da cidade. Depois de uma dúzia de muito gelo, surge um carro de som anunciando o aniversário do município: “Hoje, Coroatá completa 88 anos de emancipação política! E logo mais, na PRAÇA DA PREFEITURA irá tocar duas bandas, para alegrar a sua festa: Fruta Nativa, o arrasta multidão, e a Chamego Quente! A partir das 21:00 hs, em ponto! Vá e leve a sua família! É lá na PRAÇA DA PREFEITURA. É show!"

Mais que de repente, um vira para o outro, e diz: - Amigo? Você sabe onde é que fica a PRAÇA DA PREFEITURA? O outro, retruca: - Não!
- Rapaz, eu moro aqui faz 35 anos, e já procurei demais essa tal; “PRAÇA DA PREFEITURA” e não encontrei! Olha que já andei que cansei de procurar e não encontro...
- É! Rapaz... Eu também, moro aqui trinta anos, e não sei onde é que fica a tal “PRAÇA DA PREFEITURA”!
- E o pior é que nem o “POVO DE COROATÁ” conhece, e nem sabe informar, sobre essa “PRAÇA DA PREFEITURA!”.
- Depois de muitas milongas e muitos chopp's gelados... E muitas gargalhadas, os dois amigos chegaram a seguinte conclusão:
- Amigo? Será que não é a “PRAÇA JOSÉ SARNEY?”.
- Não é que é mesmo, amigo! É a “PRAÇA JOSÉ SARNEY”, onde fica a PREFEITURA! E aí os dois amigos caíram em gaitadas: Ah!Ah!Ah!...

Reproduzido do jornal "O Estado do Maranhão"

Tensão no governo

Capitaneados pelo deputado federal e ex-juiz federal Flávio Dino (PCdoB), os advogados que defendem o governador Jackson Lago no processo de cassação por fraude eleitoral, movido pela coligação “Maranhão – A Força do Povo”, tiveram ontem muito trabalho. De um lado, usaram todos os argumentos possíveis para protelar a oitiva das testemunhas de defesa e de acusação, numa clara tentativa de ganhar tempo. De outro, desdobravam-se para aparentar tranqüilidade, como se não fosse fácil perceber que todos estavam mergulhados em forte estado de tensão. O clima tenso dos advogados refletia-se no Palácio dos Leões, onde a cúpula do governo passou todo o dia sendo informada decada etapa da oitiva comandada pelo juiz eleitoral Carlos Santana, depois que ficou claro que a jogada para protelá-la mais uma vez fracassou. A tarefa de acompanhar todos os detalhes da providência judicial ficou a cargo do sub-chefe da Casa Civil, Cândido Lima, e do assessor especial do governador, jornalista Aldionor Salgado. Nas poucas entrevistas que concedeu, numa delas o jornalista tentava antecipar suas respostas, o deputado federal Flávio Dino disse, sem muita convicção, que a oitiva é um processo natural e que não terá qualquer conseqüência. Tentou, com insistência, isentar o governador Jackson Lago de envolvimento nas falcatruas eleitoreiras, evocando sua trajetória de “político franciscano”, numa adjetivação quase hilária.
Os argumentos do deputado e ex-juiz foram por água abaixo quando depôs, por exemplo, o ex-superintendente da Polícia Federal no Maranhão, Augusto Gominho, que confirmou a distribuição criminosa de combustível, informando ainda que a operação foi registrada em detalhes pela PF. E simplesmente não existiram quando ficou confirmado que o jornalista Lourival Bogéa, dono do Jornal Pequeno, se furtou a prestar depoimento como testemunha, como se estivesse inseguro quanto ao que diria ao juiz.
A verdade, fracassadas as manobras protelatórias, é que a oitiva tirou o grupo governista do eixo.

Coluna “Estado Maior” do jornal “O Estado do Maranhão” de 12/04/2008

A real situação da Prefeitura de Coroatá junto ao INCRA

Vários presidentes de associações das áreas de assentamentos estiveram presentes em reunião com o atual superintendente do INCRA – Instituto Nacional de Reforma e Colonização Agrária, Dr. Benedito Terceiro, na capital do Estado. Na oportunidade, foi comentada a real situação sobre a suspensão dos Recursos Federais, os quais não mais seriam enviados para o Município de Coroatá, devido a sua prestação de contas não ter sido aprovada pelo Governo Federal. Como é sabido por todos nós, em meados de maio a junho de 2006, a Prefeitura recebeu R$ 2.6 milhões de reais, e não aplicou corretamente esses recursos que vieram, para a perfuração de poços artesianos, instalação das redes de distribuição d’água, o empiçarramento das estradas, construção das pontes de madeira e a colocação dos bueiros. Na ocasião, o atual superintendente falou aos presidentes das associações, que a partir daquela data, os referidos recursos só seriam repassados direto para as contas das respectivas Associações. Todo e qualquer dinheiro sairia diretamente para as Associações, e não via Prefeitura, ou seja, depositado nas suas contas correntes. Acrescentou ainda, que todo e qualquer projeto quando for solicitado para beneficiar as comunidades nas áreas de assentamentos, elas serão prontamente atendidas. Acrescentou ainda: mesmo que quisesse enviar recursos para a Prefeitura de Coroatá, até por solicitação do Prefeito, ele não poderia mandar, pois até, então, a prestação de contas do município está desaprovada e inabilitada, quer dizer, moralmente reprovada e rejeitada. Portanto, é essa a moral da história. Um erro imperdoável que você trabalhador rural, jamais não irá esquecer mediante a tantas perdas e danos que lhes foram causados, por essa “Administração Aloprada”.

© Copyright 2008 - Idalgo Lacerda.